Por que Hamilton e Verstappen receberam punições diferentes por acidentes em 2021?

Lewis Hamilton foi punido em 10s já no GP da Inglaterra, enquanto Max Verstappen precisa esperar até o GP da Rússia para perder três posições no grid. Michael Masi, diretor de provas da Fórmula 1, explicou o motivo por trás das tomadas de decisão

POR QUE AS PUNIÇÕES DE HAMILTON E VERSTAPPEN FORAM DIFERENTES? ASSISTA!

Lewis Hamilton foi considerado culpado por bater em Max Verstappen em Silverstone e recebeu punição de 10 segundos. Em Monza, os papéis se inverteram, mas com o holandês sendo forçado a perder posições no grid da próxima corrida, em Sóchi. Uma análise superficial indica uma discrepância na postura da direção de prova, mas não é o caso: as consequências de cada lance levaram o diretor Michael Masi a tomar decisões diferentes.

De acordo com Masi, a preferência é sempre pelo cumprimento da punição no mesmo GP, como foi com Lewis Hamilton na Inglaterra. Só que isso não foi possível em Monza, já que tanto o britânico quanto Max Verstappen abandonaram no ato.

“Se eles tivessem continuado, seria uma punição na corrida, mas não foi o caso”, disse Masi. “Não dá para comparar os dois lances, mas em um você tem os dois carros fora da corrida, e no outro você tem um carro fora da corrida”, seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Eles pararam [em Monza] e não tinham como cumprir uma punição. Já vimos que a perda de posições no grid é o que estamos aplicando esse ano. É o que decidimos com todas as equipes e é aplicado quando alguém não consegue continuar na corrida”, seguiu.

A punição é análoga à aplicada a Valtteri Bottas e Lance Stroll pela largada do GP da Hungria. Os pilotos fizeram um strike, tirando rivais e si mesmos de combate. Cada um perdeu cinco posições no grid do GP da Bélgica.

Verstappen perderá três posições no grid do GP da Rússia, significando a largada no máximo da quarta posição. Entretanto, é possível que a Red Bull dê um jeito de neutralizar a punição: como o holandês precisa trocar peças do motor pela quarta vez no ano, será necessário largar do fim do grid em um dos últimos oito GPs do ano. Se fizer isso em Sóchi, Max não sofrerá qualquer efeito prático da penalização da direção de prova.

A corrida em Monza teve vitória de Daniel Ricciardo. O australiano teve a companhia de Lando Norris e Valtteri Bottas no pódio.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar