Por título, Red Bull defende desenvolvimento do RB16B: “Desistir não está na nossa cultura”

Se depender de Christian Horner, a Red Bull vai até o fim com o desenvolvimento do RB16B. Tudo para voltar a fazer história e conquistar o título da Fórmula 1, algo que não vem desde 2013

Valentino Rossi foi homenageado pela torcida e com uma enorme bandeira no Red Bull Ring (Vídeo: MotoGP)

A Red Bull partiu para as férias de verão atrás da Mercedes tanto no Mundial de Pilotos como no de Construtores, mas nunca antes, desde 2013, esteve tão firme na luta por títulos na Fórmula 1. E para alcançar o objetivo, a equipe baseada em Milton Keynes tem como premissa trabalhar até onde for possível no desenvolvimento do RB16B para aproveitar a chance rara de voltar ao topo do esporte. Na visão de Christian Horner, não há outra alternativa.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

O grande ponto é que as equipes da Fórmula 1 estão diante de uma grande mudança no regulamento técnico com a chegada de uma nova geração de carros a partir de 2022. Neste equador que representa a temporada 2021 no período das férias de verão, boa parte das equipes do grid, como Haas, Alfa Romeo ou mesmo a Ferrari, que ‘viraram a chave’ para o desenvolvimento do modelo da próxima temporada, a Red Bull aposta tudo no projeto deste ano para chegar ao título.

LEIA TAMBÉM
+ANÁLISE: Red Bull surpreende Mercedes, mas derrapa em queixas e põe em risco chance de título

MAX VERSTAPPEN; GP DA HUNGRIA; SEXTA-FEIRA; TREINOS LIVRES; F1; FÓRMULA 1; RED BULL;
A Red Bull vai desenvolver o RB16B até onde for possível em 2021 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

A Mercedes tinha o plano de deixar de lado o desenvolvimento do W12 para focar no seu carro para 2022, mas a batalha feroz contra os taurinos levou a equipe anglo-alemã a mudar os planos e trabalhar na atualização do modelo desta temporada por mais algum tempo.

Pelos lados da Red Bull, a única alternativa para chegar até o fim do campeonato com chances de lutar contra a Mercedes pelo título é seguir desenvolvendo o carro de 2021 para ajudar Max Verstappen a conquistar a taça.

“Está intrínseco no que somos como equipe que não está na nossa cultura desistir de qualquer temporada”, declarou Horner, chefe da Red Bull, em entrevista à revista britânica Autosport.

“Claro que também temos as restrições de limite orçamentário, o que torna a vida um pouco mais complicada. Mas as pessoas têm a memória curta nesse esporte. Cada corrida é uma chance, e se isso significa que as pessoas têm de trabalhar um pouco mais e algumas horas além para buscar isso, então todos estão à altura deste desafio”, assegurou.

Questionado sobre o que a Mercedes pode fazer quanto ao W12 e as restrições que a rival pode enfrentar quanto à regra do teto orçamentário, o comandante taurino procurou focar na própria equipe.

“Não sei quais as restrições deles. Obviamente, eles são uma organização maior do que a nossa, então o limite orçamentário traz um impacto significativo no planejamento deles e em como eles administram durante o período por conta da pandemia. Nós conseguimos manter a equipe muito coesa”, disse.

“Não dá pra falar das outras empresas sem conhecer todos os fatos, então tudo o que posso fazer é concentrar no que estamos fazendo. E estamos muito confortáveis com a abordagem que estamos adotando”, garantiu.

Por fim, ao ser indagado sobre um eventual prejuízo em termos de performance no carro do ano que vem em um novo embate contra a Mercedes, Horner se mostrou tranquilo. “Obviamente, se eles estiverem 2s à frente na primeira corrida do ano que vem, vai ser decepcionante. Mas acho que temos o equilíbrio certo no momento”, concluiu.

A Fórmula 1 volta do período de férias de verão e corre em Spa-Francorchamps para o GP da Bélgica, 12ª etapa da temporada 2021, entre 27 e 29 de agosto. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

APROXIMAÇÃO DE F1 E EUROPA DEIXA INDY COM ARES DE ANOS 90 | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar