F1

Prancheta GP: Ferrari atualiza bargeboards e confirma mesmo DNA da Red Bull

A Ferrari viveu uma etapa da Hungria difícil em uma pista complicada para a SF90. Mas ainda assim, decidiu levar atualizações para Hungaroring: a equipe italiana desenvolveu novos bargeboards inspirados no desenho da Red Bull

GRANDE PRÊMIO / PAOLO FILISETTI, de Milão
A Ferrari foi à Hungria já sabendo que a etapa em Budapeste seria particularmente difícil, especialmente por conta da natureza travada da pista de Hungaroring, que vai contra tudo que a SF90 tem de melhor. Ou seja, a velocidade reta e o bom desempenho em trechos mais velozes. Tanto é assim que a equipe italiana sofreu com a falta de downforce e as temperaturas mais amenas também não ajudaram. Ainda assim, o time de Maranello foi ao pódio com Sebastian Vettel na terceira colocação. Charles Leclerc completou a corrida em quarto. Só que nenhum dos dois apareceu em condição de brigar por mais e a distância para o vencedor, Lewis Hamilton, foi assustadora: 1min.
 
Apesar do fim de semana complicado, a Ferrari decidiu levar para a etapa húngara uma importante atualização e que foi inspirada na Red Bull – equipe que viu Max Verstappen largar da pole e brigar até o fim com Hamilton.  
 
No circuito magiar, a SF90 apareceu com uma evidente evolução dos bargeboards – os defletores laterais ao lado do cockpit. Neles, os elementos apareceram modificados na parte superior, mantendo a parte de baixo inalterada. Logo abaixo da borda superior foram colocados dois ‘bumerangues’ longos e paralelos entre si. 
Indicados pelas setas em azul, os ‘bumerangues’ sobrepostos foram adicionados às telas verticais. No detalhe, o desenho feito pela Red Bull, com o 'bumerangue' mais baixo (Ilustração: Paolo Filisetti)
Na prática, estas peças são caracterizadas por uma borda de entrada sinuosa, equipadas com micro furos transversais (de acordo com o regulamento), enquanto a saída é irregular. Os dois elementos são conectados e reforçados por peças de metal que impedem a deformação central. A inspiração é claramente em cima dos bargeboards da Red Bull, que foram introduzidos no GP da Espanha.
 
É curioso como, naquela ocasião, os defletores do carro da equipe de Milton Keynes foram profundamente inspirados nos defletores da mesma SF90 em sua parte inferior, ou naquela parte em que estão posicionadas as ‘cimitarras’, essas lâminas que lembram espadas. Em seguida, um ‘bumerangue’ foi adicionado abaixo do principal para aumentar o efeito down wash – a passagem de ar por baixo – até a entrada inferior. 
 
O atual desenvolvimento da SF90 tem o mesmo objetivo, e confirma como o fundo da Red Bull e da Ferrari apresenta um DNA similar, começando pela adoção de um alto 'rake' - que é a angulação que provoca um efeito Venturi debaixo do fundo do carro, onde a maioria do downforce é gerada.

A Fórmula 1 retorna daqui quatro semanas, em Spa-Francorchamps, para o GP da Bélgica. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO E EM TEMPO REAL

ASSISTA AGORA AO PRANCHETA GP

Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.