Preocupado com ritmo da McLaren em Melbourne, chefe de equipe classifica dia de treinos como difícil

Martin Whitmarsh afirmou que há muito para fazer, mas que equipe está trabalhando forte para entender e desenvolver melhor carro desta temporada

O desempenho de Jenson Button e Sergio Pérez preocupou a cúpula da McLaren após o fim do primeiro dia de atividades visando o GP da Austrália, em Melbourne, neste domingo (17). Enquanto o inglês ficou com a 11ª posição no geral, o mexicano foi apenas o 13º em sua estreia pela equipe.
 

Whitmarsh afirmou que falta ritmo para MP4-28 (Foto: McLaren)

Mas não foi apenas o desempenho dos dois que deixou os diretores do time com o pé atrás. O ritmo apresentado pelo MP4-28 também não foi bom, e isso preocupou Martin Whitmarsh, chefe de equipe. “Nós deveríamos estar preocupados com isso”, disse o dirigente à rede de TV britânica ‘Sky Sports’. “É um dia difícil para todos no momento. Estamos sem aderência."

Diferente os ingleses, Red Bull, Ferrari e Lotus conseguiram manter suas posições da última temporada, enquanto a Mercedes melhorou seu ritmo. Mas Whitmarsh colocou fé na equipe e acredita que todos estão aprendendo muito sobre o funcionamento do modelo.

“Ainda estamos aprendendo [o novo carro] e há muita coisa que ainda precisamos aprender. Mas temos trabalhado muito bem para entender a performance dele”, falou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube