Preparando retorno às pistas, Alonso visita sede da McLaren e completa “bom dia” de trabalho no simulador

Fernando Alonso completou nesta quarta-feira (18) os trabalhos no simulador da McLaren. Segunda a equipe britânica, tudo ocorreu dentro do planejado e foi um bom dia de atividades. O espanhol se prepara para voltar ao cockpit no GP da Malásia

Fernando Alonso deu mais um passo adiante em direção ao retorno ao cockpit da McLaren, visando o GP da Malásia, em Sepang. Nesta quarta-feira (18), o espanhol de 33 anos dedicou o dia aos trabalhos no simulador da equipe inglês e concluiu as atividades com sucesso.

Em seu perfil no Twitter, a esquadra de Woking revelou que Alonso focou as ações em procedimentos operacionais, além das simulações de classificação e corrida, buscando as condições que vai enfrentar na próxima semana, na etapa malaia, a segunda da temporada 2015 da F1. Ao fim, o time britânico disse que o dia foi "bom".

O bicampeão sofreu um acidente no dia 22 de fevereiro, durante a segunda semana de treinos coletivos da pré-temporada em Barcelona, e teve uma concussão. Por conta da batida, o asturiano perdeu a bateria final de testes e também o GP da Austrália, realizado na semana passada. Por recomendação médica, o piloto optou por se recuperar em casa.

O reserva da McLaren, Kevin Magnussen, foi quem substituiu Alonso na etapa de Melbourne, mas o desempenho da equipe britânica foi bastante irregular. O dinamarquês sequer pôde disputar a prova. Uma falha no motor Honda o impediu de alinhar no grid. Já Jenson Button completou o GP em 11º e último, duas voltas depois do vencedor, Lewis Hamilton, da Mercedes.

O GP da Malásia está marcado para daqui a pouco mais de uma semana, entre os dias 27, 28 e 29 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube