Presidente da Federação Francesa de Automobilismo diz que Bianchi vai deixar “vazio enorme” no esporte

Nicolas Deschaux, presidente da Federação Francesa de Automobilismo, também mostrou pesar pela morte de Jules Bianchi. O dirigente elogiou o francês e disse a morte dele vai deixar um vazio enorme no esporte

LEIA TAMBÉM

Jules Bianchi, 1989-2015Bianchi se torna 47º piloto da história a morrer na F1
Presidente da Federação Francesa de Automobilismo, Nicolas Deschaux também lamentou muito a morte de Jules Bianchi e disse que o “jovem e talentoso” piloto vai deixar um 'vazio enorme' no esporte.

"Antes de tudo, meus pensamentos vão para os pais de Jules, Christine e Philippe, assim como para seus irmãos Tom e Mélanie", disse o dirigente neste sábado (18) à imprensa francesa.

"Estou imensamente triste com sua morte, porque ele era uma pessoa agradável e cativante, amado por todos no paddock da F1", completou. "A Federação sempre esteve muito próxima de Jules, e nós tínhamos um bom relacionamento. Nós o trouxemos para o nosso quadro quando tinha apenas 15 anos, e ele sempre foi um rapaz solícito. Era simples e amável. Na pista, era um lutador e sempre tentava se superar", acrescentou.

Jules Bianchi (Foto: Getty Images)

Deschaux também falou sobre o papel de Bianchi perante os jovens competidores franceses. "Ele também foi um embaixador perfeito da Federação e nos ajudou a ensinar valores corretos para os jovens pilotos nos treinamentos em que esteve", contou. "Junto com Romain Grosjean, Jean-Éric Vergne e Charles Pic, Jules ajudou a colocar a França de volta ao mapa da F1 em 2013. Era um talento puro e estava prestes a alcançar as melhores equipes do grid. Mas sua morte agora representa um imenso vazio", finalizou.

Bianchi faleceu nove meses depois do fortíssimo acidente sofrido no fim do GP do Japão. O impacto sofrido na cabeça com o choque com uma grua deixou de imediato o piloto inconsciente e foi extensivamente danoso, sem dar chance de recuperação.

No comunicado oficial da morte do piloto, a família não escondeu a tristeza e a dor pela perda do jovem de 25 anos. “Jules lutou até o final, sempre o fez, mas hoje a luta chegou ao fim. A dor que sentimos é imensa e indescritível“, afirmou a nota.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube