Presidente da F1 revela que tentou levar Hamilton para Ferrari: “Conversamos sobre”

Antigo chefe de equipe da Ferrari e hoje CEO da F1, Stefano Domenicali diz que já conversou com Lewis Hamilton sobre vaga na escuderia. Recentemente, piloto falou sobre o assunto

Em entrevista recente concedida por Lewis Hamilton, o britânico heptacampeão mundial comentou o fato de nunca ter pilotado pela Ferrari, escuderia mais tradicional da Fórmula 1 e sonho de qualquer piloto. Agora, o ex-chefe de equipe da escuderia de Maranello e atual CEO da F1, Stefano Domenicali, revelou que já tentou contratar o inglês quando esteve no comando da equipe.

“Para ser honesto, sim. É verdade, conversamos sobre isso”, disse o dirigente em entrevista à emissora britânica Sky Sports.

“Acho que a resposta que Lewis deu foi a correta. Hoje, acho que esse tempo já passou. Tem um filme que pra mim, é importante lembrar às vezes: ‘De Caso com o Acaso’. Em alguns momentos, se você não entrar no trem, ele vai embora. Foi a situação que ele viveu naquele momento da carreira. Não podemos culpar sua decisão, porque sua carreira é incrível”, finalizou.

Domenicali foi chefe da Ferrari por seis anos, entre 2008 e 2014. O italiano não revelou, neste período, em qual ano tentou seduzir o prodígio da McLaren a assinar contrato com a escuderia de Maranello.

Durante este tempo, entretanto, a equipe só conseguiu conquistar uma taça: o Mundial de Construtores de 2008. Curiosamente, o título de Pilotos naquele ano ficou justamente com Hamilton, que conquistava seu primeiro campeonato depois de corrida inesquecível em Interlagos, vencida pelo seu grande adversário na batalha pelo título daquele ano, Felipe Massa. Lewis tem hoje sete títulos mundiais.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Desde 2013 na Mercedes, Hamilton é o primeiro piloto a alcançar 100 vitórias na F1, e vai em busca de seu oitavo título (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na temporada 2021, Hamilton lidera a tabela de classificação com 246,5 pontos, apenas dois a mais do que Max Verstappen, da Red Bull, os únicos dois concorrentes ao título mundial. Entre os Construtores, a Mercedes também ocupa a primeira colocação, com um pouco mais de folga: são 33 pontos de vantagem para a equipe austríaca.

A Fórmula 1 retorna às atividades no próximo final de semana, com a disputa do GP da Turquia entre os dias 8 e 10 de outubro.

LEIA TAMBÉM
Norris revela problemas de saúde mental em ano de estreia na F1: “Me sentia depressivo”
Mercedes vê “pontas soltas” e admite desperdício de pontos em briga com Red Bull
Schumacher discorda de chefe e vê como “desnecessário” reserva experiente na Haas

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar