Promotor defende passaporte de vacinação para permitir público no GP da Inglaterra

Os organizadores da corrida em Silverstone enviaram uma carta ao primeiro-ministro Boris Johnson, ao líder da oposição Keir Starmer e outros membros do parlamento do Reino Unido pedindo uma definição sobre o acesso do público ao circuito

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

O promotor do GP da Inglaterra pediu ao governo do Reino Unido a adoção de um passaporte de vacinação para permitir a volta do público aos autódromos em meio à pandemia de Covid-19. A ideia é que tenham acesso às arquibancadas pessoas que já foram vacinadas, que tenham anticorpos e que tenham testado negativo para o novo coronavírus.

O pedido pelos passaportes de vacina não está restrito aos promotores do GP, já que modalidades como futebol, rugby e outros eventos esportivos também pediram que o governo local coloque o retorno do público aos eventos em debate.

Corrida do ano passado aconteceu sem público (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Por quem Toto Wolff perdeu o respeito?

Os promotores enviaram uma carta ao primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, ao líder da oposição, Sir Keir Starmer, e a outros membros do parlamento para que o assunto seja debatido com urgência.

“Olhando para 21 de junho, apoiamos a ambição do governo de garantir o retorno total dos fãs, sem restrições se possível”, disse o promotor do GP da Inglaterra. “Se necessário, isso vai depender da determinação do governo se é seguro diminuir ou acabar com a exigência de distanciamento social”, seguiu.

“É importante termos uma certeza o mais cedo possível do rumo que isso vai tomar para que possamos planejar eficientemente e de maneira eficaz com os muitos outros eventos esportivos agendados a partir do fim de junho”, comentou.

Ainda, os promotores se mostraram favoráveis a ideia de um passaporte Covid para garantir a presença de um público maior.

“Todos os esportes veem o benefício que o processo de certificação e Covid oferece para termos mais fãs em segurança de volta aos eventos o mais rápido possível”, apontou. “Sabemos que nossas arquibancadas só poderão estar completamente cheias com um processo de garantia”, frisou.

“Este processo deve garantir que todos possam acessar nossas arquibancadas e deve incluir disposições que verifiquem um teste negativo de Covid ou um teste de anticorpos juntamente com a certificação de vacinação”, defendeu.

Ano passado, o GP da Inglaterra foi realizado sem público. No ano anterior, mais de 140 mil pessoas lotaram as arquibancadas, o maior público da Fórmula 1 no ano. A corrida deste ano está marcada para 18 de julho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar