Promotor do GP do Canadá negocia renovação de contrato com F1 por mais dez anos

François Dumontier afirmou ao site da emissora ESPN que busca um acordo com Bernie Ecclestone para garantir a F1 em Montreal pelo menos até 2024. Caso a ampliação do vínculo aconteça, será a maior renovação de contrato da história do GP do Canadá

Não há dúvidas de que o GP do Canadá é um dos mais belos e empolgantes de toda a temporada da F1, seja em termos de público, ambiente quanto da própria corrida em si. Se depender dos organizadores da corrida em Montreal, ela ficará por muitos e muitos anos ainda no calendário da principal categoria do automobilismo mundial.

François Dumontier, promotor do GP do Canadá, falou ao site da emissora ESPN sobre as negociações para a renovação de contrato com Bernie Ecclestone, chefão da F1, buscando um novo acordo pelo menos até 2024. Dumontier explicou que este acordo, caso seja celebrado, será o de maior tempo de duração na história da prova.
Montreal pode seguir recebendo a F1 pelo menos até a temporada de 2024 (Foto: Pirelli)

“Todos os novos acordos que estão sendo assinados são para dez anos. Acredito que eles querem consolidar os bons GPs. Montreal é este tipo de corrida, sem dúvidas. Vimos o quanto as arquibancadas estavam cheias e os comentários feitos por pilotos e equipes”, comentou o dirigente canadense.

Na visão de Dumontier, a renovação de contrato por longa duração reflete diretamente na segurança da categoria nos investimentos futuros. Bernie Ecclestone tem a intenção de colocar a F1 na Bolsa de Valores ainda este ano, em Cingapura. “A F1 tem um projeto para entrar na Bolsa de Valores. Os contratos de dez anos têm certo valor ao entrar no mercado de valores”, observou François.

O atual contrato da F1 com o GP do Canadá vai até 2014. O ano também marca o limite do vínculo da categoria com o GP do Brasil. São Paulo, aliás, negocia uma renovação. Os GPs da Austrália e da Espanha, em Barcelona, têm acordos assinados até 2015 e, no Bahrein, até 2016. Outras pistas, no entanto, já têm acordos de longa duração: o GP de Cingapura pelo menos vai até 2017, enquanto Austin, no Texas, receberá a F1 no mínimo até 2022. Silverstone, por sua vez, tem acordo para realizar o GP da Inglaterra até 2026.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube