Promotor explica mudança de nome de GP por “relação nova de São Paulo com F1”

Alan Adler vê a Fórmula 1 mais próxima de São Paulo com a nova nomenclatura do GP e espera grande público no domingo. Corrida retorna ao calendário depois de ausência com a pandemia

Lewis Hamilton foi um dos grandes nomes da corrida sprint deste sábado em Interlagos (Vídeo: F1)

O retorno da Fórmula 1 ao Brasil é com um novo promotor. Após anos de gerenciamento com Tamas Rohonyi, a organização do agora GP de São Paulo está nas mãos de Alan Adler, novo CEO do evento. O carioca, conhecido por trajetória no iatismo que rendeu dois títulos mundiais e participação em três Jogos Olímpicos, conversou com a equipe do GRANDE PRÊMIO com exclusividade neste fim de semana em Interlagos e falou sobre um dos pontos que mais chama a atenção para o público.

Adler explicou a mudança de nomenclatura do “GP do Brasil” para “GP de São Paulo”. Recentemente, houve uma tentativa sem sucesso de levar o Mundial de volta ao Rio de Janeiro, com direito a acordo de exclusividade com a chefia da F1, liderada até 2020 por Chase Carey, mas o projeto do autódromo de Deodoro sequer saiu do papel, já que previa o desmatamento de boa parte da Floresta do Camboatá, no Rio de Janeiro.

“Essa mudança tem muitos elementos além do nome do GP. É um momento novo da Fórmula 1, uma relação nova de São Paulo com a Fórmula 1. Hoje em dia, a gente sabe que os investimentos não são baixos para as cidades que queiram sediar um GP, então, São Paulo assumiu essa responsabilidade, esse compromisso de seriedade e, portanto, merece ter seu nome no evento porque é de praxe você ter o naming rights e São Paulo veio para ficar por muitos anos como nome do evento da Fórmula 1 aqui em Interlagos”, declarou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lando Norris em ação na corrida sprint (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

São Paulo foi um dos palcos da corrida sprint, novidade da Fórmula 1 para 2021, e a expectativa para o domingo é de um evento ainda maior. Alan falou sobre a expectativa para o GP, que ganhou grandes proporções e altíssima demanda com a venda de ingressos.

“Esperamos casa cheia, trabalhamos com o número de 150 mil pessoas para superar o ano de 2019. Tem muitos fatores: primeiro a saudade da Fórmula 1, e o segundo ponto é que estamos vendo uma temporada incrível, a F1 passa por um momento especial. Se tivesse mais ingressos, teria mais vendas, mas chegamos na capacidade do autódromo com conforto e segurança para o público. A Band é um capítulo à parte com sua transmissão, ela abraçou o produto de fato e está fazendo uma cobertura incrível, sensacional. Hoje, os fãs da F1 conseguem ver uma grade completa”, completou.

GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL. A largada está marcada para 14h (de Brasília) do domingo.

F1 EM SÃO PAULO: BOTTAS BATE VERSTAPPEN E É POLE. HAMILTON BRILHA | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar