Qing Hua substitui Karthikeyan e vira titular da HRT na temporada 2013, diz mídia chinesa. Equipe nega

Ma Qing Hua está prestes a fazer história. Segundo a imprensa chinesa, pela primeira vez, um piloto do país mais populoso do mundo será titular na F1. O anúncio oficial deve ser feito em uma entrevista coletiva na cidade-natal de Qing Hua nesta terça-feira, Xangai. A HRT, no entanto, ainda não confirma a informação

A China está muito perto de ter, pela primeira vez na história, um piloto no grid da F1, a principal categoria do automobilismo mundial. De acordo com o canal esportivo local Tencent, Ma Qing Hua deverá ser promovido a titular da HRT na próxima temporada, dividindo os boxes da escuderia espanhola com um dos pilotos mais experientes da categoria, Pedro de la Rosa. Segundo as informações vindas do continente asiático, Qing Hua substitui Narain Karthikeyan, que já demonstrou desejo de ir para a Indy em busca de mais competitividade.

Qing Hua está perto de virar titular da HRT para a próxima temporada da F1 (Foto: HRT)

O jovem piloto chinês, de 24 anos, guiou o F112 pela primeira vez no teste para pilotos novatos em Silverstone, no mês de julho. Contando com vários patrocínios do seu país, Qing Hua participou pela primeira vez de um treino oficial no mítico circuito de Monza, onde substituiu Karthikeyan no primeiro treino livre do fim de semana do GP da Itália, fato que foi repetido em Cingapura e Abu Dhabi.

A F1 já teve outro chinês como piloto de testes. Ho-Pin Tung chegou a ser reserva de Williams e Renault, mas jamais conseguiu quilometragem sequer razoável na categoria. Por fim, o piloto, que nasceu na Holanda, tentou disputar as 500 Milhas de Indianápolis do ano passado, mas não conseguiu colocar seu carro entre os 33 classificados para a lendária corrida.

Segundo o canal Tencent, Qing Hua será anunciado pela HRT durante uma entrevista coletiva a ser marcada nesta terça-feira (6), em Xangai. Mas caso a promoção do jovem chinês seja confirmada, será o fim das chances de Dani Clos formar uma dupla espanhola com De la Rosa, pelo menos na próxima temporada. Giedo van der Garde, Jaime Alguersuari e Luiz Razia, outros pilotos também ligados à HRT, também terão as portas fechadas.

O fato curioso é que, caso Qing Hua vire titular e faça dupla com De la Rosa, a HRT, pela primeira vez, terá anunciado sua dupla para a temporada seguinte com relativa antecedência. Em 2010, ano de estreia, o time espanhol escalou Bruno Senna e Karun Chandhok pouco antes do início do Mundial, fato que se repetiu com Vitantonio Liuzzi e Karthikeyan no ano seguinte. No fim de 2011, a HRT anunciou De la Rosa para liderar a equipe, mas só confirmou o nome do indiano pouco antes do início da pré-temporada, na Espanha.

Horas depois, a assessoria de imprensa da HRT veio a público para confirmar a entrevista coletiva e, ao mesmo tempo, para negar a informação de Qing Hua como titular para 2013. “Isso não é verdade. A conferência de imprensa não é para isso, mas sim uma homenagem feita pelas autoridades chinesas pelo que Qing Hua conseguiu nesta temporada, como piloto reserva. É isso.”

Contudo, David Mancebo, diretor de negócios da HRT, disse que Qing Hua deverá continuar na equipe, indicando uma possível permanência como reserva, ou além. “Nossa equipe é como um jovem que olha para o futuro. Sem dúvidas, gostaríamos de continuar contando com Ma Qing Hua para o futuro, como fizemos neste ano”, declarou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube