Quesnel, ex-chefe da Citroën e da Peugeot no WRC, admite negociação para cargo de comando na Lotus

Olivier Quesnel, ex-chefe da Citroën e da Peugeot no Mundial de Rali, admitiu conversa com Gerard López para a vaga de chefe da Lotus em 2014. López, por sua vez, disse que uma decisão sobre o cargo de comando da equipe preta e dourada virá "em uma semana, no mais tarde em dez dias"

Olivier Quesnel, ex-chefe da Citroën e da Peugeot no Mundial de Rali, admitiu que teve contato com o Gerard López, proprietário da Lotus, e que o assunto foi o cargo de chefe esportivo da equipe de Enstone para 2014. O francês de 64 anos revelou, em entrevista ao 'L'Equipe', que a primeira conversa que teve com o time preto e dourado foi "há quatro anos", muito antes da saída de Eric Boullier, que agora será chefe na McLaren.

"Não vou fingir que não estou interessado. Pelo que entendi, há uma pequena lista da qual eu faço parte", contou. Também em declaração à rádio RMC, Quesnel afirmou que as negociações com Lotus estão em curso. "Eu o conheço muito bem", disse Olivier, referindo-se a López. "Nós conversamos, falamos sobre a equipe da F1."

Olivier Quesnel é cotado para assumir chefia da Lotus (Foto: Getty Images)

"A Lotus é um grande time. Atualmente, estou em um campeonato de turismo com a equipe Oak e estou trabalhando normalmente. Gerard sabe onde estou e vai me ligar quando tomar uma decisão", acrescentou.

Ainda segundo a RMC, Quesnel é a primeira escolha de López, mas o empresário ainda precisa convencer o conselho da Genii, fundo proprietário da Lotus. O dirigente ainda confirmou que existem três candidatos à vaga, incluindo Martin Whitmarsh, que foi dispensado da McLaren.

"Nada está feito", falou López. "A única coisa que não posso esconder é que Olivier Quesnel está na lista. Sabemos que ele teve sucesso no mais alto nível do esporte. Cada candidato possui pontos fortes, mas todos também têm alguns pontos fracos. E nós precisamos tomar uma decisão rapidamente, porque temos que nos preparar. A escolha virá em uma semana, no mais tardar em dez dias", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube