Racing Point comemora um ano “sem instabilidade financeira” e de olho no futuro

Um ano depois da confirmação da compra da Force India, a Racing Point comemora por conseguir dar sequência aos trabalhos em Silverstone sem as dificuldades de orçamento da antecessora e com planos para o futuro. Já foram 40 funcionários contratados, e o projeto de construção da nova fábrica já está em curso, com previsão de inauguração em meados de 2021

A Racing Point completa um ano de existência feliz com o presente e otimista sobre o futuro. A equipe nasceu como resultado da compra da Force India por parte do consórcio liderado pelo empresário bilionário Lawrence Stroll, com a operação sendo finalizada no fim de agosto do ano passado. A nova dona da estrutura baseada em Silverstone trouxe a segurança financeira que faltava nos tempos da gestão dos comandados de Vijay Mallya e trabalha para fortalecer seu quadro de funcionários. E, para 2021, há a previsão de inauguração de uma nova fábrica na Inglaterra.
 
Um dos reflexos recentes do compromisso da Racing Point para o futuro foi o anúncio até surpreendente da renovação de contrato com Sérgio Pérez. A permanência do mexicano em si não foi uma surpresa, mas o que chamou a atenção foi o tempo de contrato, estabelecido até o fim de 2022.
A Racing Point busca ampliar seu espaço e crescer na F1 (Foto: Racing Point)

Otmar Szafnauer, nomeado como chefe da Racing Point depois da chegada dos novos investidores e da saída de Robert Fernley, ressaltou o que há de novo desde o segundo semestre do ano passado.

 
“Há muitas coisas que são diferentes. O importante é que não sofremos com a instabilidade financeira que tínhamos. Isso significa que podemos planejar nossos desenvolvimentos no carro. Podemos planejar quando introduzir atualizações e, de fato, é algo que estamos fazendo”, comentou o chefe da equipe em entrevista ao site da Racing Point.
 
“Além disso, temos planos para o futuro. Uma nova fábrica se aproxima. Deveremos ter as autorizações em outubro e os materiais para construção no começo do ano que vem. O plano é se mudar para a nova fábrica nas férias de 2021. Ainda que seja preciso esperar cerca de 18 meses, são planos que já estão em curso”, comentou.
 
Por fim, há outro movimento em desenvolvimento na Racing Point, que busca fortalecer sua estrutura humana. 
 
“Contratamos 40 pessoas. Estávamos com 405 há um ano, agora estamos com 445. E se há pessoas no mercado que nos atraem, então estamos interessados. Estamos contratando, estamos crescendo e queremos ser mais competitivos. Esses são os nossos planos para o futuro, mas é algo que leva tempo. Não acontece da noite para o dia”, completou.
 
Depois de 13 corridas na temporada 2019 até agora, a Racing Point ocupa a sétima colocação do Mundial de Construtores e soma 40 pontos, apenas 3 a menos em relação à Renault, sexta, e 8 à frente da Alfa Romeo, oitava. No Mundial de Pilotos, Sérgio Pérez está em 13º lugar, empatado com Nico Hülkenberg, somando 21 pontos, dois a menos que Lance Stroll. É do canadense o melhor resultado da Racing Point até agora com o quarto lugar no GP da Alemanha.
 

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar