F1

Räikkönen afirma que dinheiro foi fator determinante na decisão de trocar Lotus pela Ferrari para 2014

Kimi Räikkönen admitiu que foi o dinheiro que pesou na escolha pela Ferrari para 2014. O finlandês não obteve as garantias que desejava da Lotus

Warm Up / Redação GP, de São Paulo


Kimi Räikkönen revelou que o dinheiro foi a principal razão que o fez trocar a Lotus pela Ferrari para temporada 2014. O finlandês nunca escondeu que necessitava de garantias financeiras para permanecer na equipe preta e dourada. Entende-se que o piloto de 33 anos estava recebendo salário, ainda que em atraso, mas que a questão de discussão gira em torno dos prêmios por performance.

Falando à imprensa pela primeira vez desde que foi anunciado o novo vínculo com a esquadra de Maranello, Räikkönen afirmou que foi a situação difícil do time com relação ao setor financeiro foi o que pesou na escolha pela proposta ferrarista.
O finlandês disse que dinheiro peso na escolha pela Ferrari (Foto: Getty Images)

"As razões pelas quais deixei a equipe estão puramente ligadas ao dinheiro, e as coisas que eu não tenho, o meu salário", disse o campeão de 2007 aos jornalistas, nesta quinta-feira (19), em Cingapura, onde a F1 desembarcou para a 13ª etapa do Mundial. "E isso é lamentável", completou.

Quando perguntado se havia algo que a Lotus pudesse fazer para convencê-lo a ficar, o piloto respondeu: "Havia muitas coisas, e tenho certeza que eles sabem o que é. Mas é difícil dizer o caminho que teria tomando caso isso tivesse acontecido, mas estou feliz com a minha decisao."

O nórdico assinou um contrato de dois anos com a Ferrari e terá, a partir do próximo ano, Fernando Alonso como companheiro de equipe.