Räikkönen afirma que vitória em Abu Dhabi serve para aumentar confiança da Lotus

Kimi Räikkönen afirmou que espera ver os donos da Lotus mais dispostos em investir na F1 depois da vitória em Abu Dhabi. O piloto também garantiu que vai comemorar o triunfo nesta noite

Kimi Räikkönen finalmente acabou com o jejum de vitórias na F1. Depois de duas temporadas no Mundial de Rali, o finlandês retornou à principal categoria do automobilismo mundial e pôde celebrar o primeiro triunfo desta volta neste domingo (4), em Abu Dhabi. Com seu jeito peculiar, o piloto minimizou a conquista e apenas afirmou que espera um aumento na confiança da equipe – e principalmente dos donos do time – no restante do campeonato, para poder vencer mais vezes.

“Eu estou feliz principalmente pela equipe. Tem sido uma temporada dura para eles”, disse o campeão de 2007. “Espero que a vitória nos dê um pouco mais de confiança, não só para quem faz todo o trabalho, mas também para os proprietários. Eu espero que isso signifique um momento de virada e possamos vencer mais corridas neste ano e também no próximo”, declarou.

Kimi voltou a subir no degrau mais alto do pódio. A última vitória havia sido na Bélgica, em 2009 (Foto: Red Bull/Getty Images)

Räikkönen disse, ainda, que uma única vitória não é motivo de grande celebração, mas garantiu que vai aproveitar muito a noite de comemorações. “Não há muitas coisas para comemorarmos, ainda tem mais duas corridas para o final. Vamos tentar repetir esse momento e tenho certeza que faremos muita festa hoje e amanhã, quando estivermos um pouco melhor dessa noite, vamos nos lembrar de como nos sentimos”, afirmou.

O piloto, por fim, afirmou que a Lotus já tinha mostrado que poderia vencer nas últimas corridas, mas estava faltando largar nas primeiras colocações. Apesar disso, o finlandês reconheceu que a McLaren teve um ritmo melhor em Abu Dhabi, porém, faltou à equipe inglesa ter terminado a prova.

“Nós chegamos perto algumas vezes. Mesmo na última corrida, nós tínhamos velocidade para vencer, mas se não largar na frente, você vê o que acontece. Então a largada foi a chave. Eu acho que comparado com a McLaren, nós não tínhamos velocidade no começo da corrida, mas é preciso terminá-la”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube