Räikkönen assume ilusão com força da Alfa Romeo: “Esperava um pouco mais”

Kimi Räikkönen se empolgou com a pré-temporada da Alfa Romeo, mas o resultado no GP do Bahrein, 11°, quebrou um pouco da animação do finlandês

O começo, as primeiras impressões, sempre causam reações exageradas dos envolvidos. Na Fórmula 1 não é diferente: a pré-temporada, por exemplo, causa análises complexas de fatos que podem, ao final, pouco significar. E parece que Kimi Räikkönen, mesmo com 20 anos de experiência, caiu nessa em relação a Alfa romeo.

Logo após os testes no Bahrein, Räikkönen cravou que a Alfa Romeo “é melhor que a do ano passado”, mas tal ideia, após a abertura da temporada, já parece, como dito, exagerada. Ou, ao menos, serviu para apenas iludir o finlandês.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Kimi Räikkönen, em sua terceira temporada pela Alfa Romeo (Foto: Beto Issa)

Ele terminou em 11° o GP do Bahrein, com Antonio Giovinazzi logo atrás – ou seja, zero pontos para a equipe. “Obviamente eu esperava um pouco mais. Ficamos perto, mas comparado ao ano passado, quando estávamos muito lentos, não foi tão ruim”, comentou.

“No final os pneus estavam desgastando rapidamente, nada muito ruim, mas queríamos pontos e não conseguimos. O carro pareceu similar a como estava nos testes, mas eu esperava mais. O ritmo está ok, mas assim que você precisa administrar os pneus para fazê-los durar, então você não é rápido o suficiente”, seguiu.

“Contra alguns caras não havia nada que eu pudesse fazer, o carro era muito devagar. Ele se comportou bem, mas para fazer os pneus durarem você precisa ir mais devagar que os outros. Ao final não ficamos longe dos pontos, mas longe o suficiente”, finalizou.

Räikkönen e a Alfa Romeo têm nova chance de pontuar no dia 18 de abril, quando a F1 volta no GP da Emília-Romanha, em Ímola.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube