F1

Räikkönen defende atividades radicais e diz que contrato não importa: “Eu nem li”

Kimi Räikkönen quer fazer o que bem entende no tempo livre, independente do que pensa a Alfa Romeo. O finlandês diz que o contrato “não vale nada” e que prometeu “ir embora” se ouvir reclamações sobre ações fora da pista

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
Pilotos de Fórmula 1 são expostos aos riscos do automobilismo, mas muitas vezes contam com cláusulas de contrato que vetam a realização de atividades radicais no tempo livre. Kimi Räikkönen, frequentemente visto praticando hockey e motocross, parece não se importar. Só que o finlandês nem sabe direito se está quebrando regras ou não, já que ainda nem leu o contrato com a Alfa Romeo.
 
“Eu não li meu contrato porque, até onde eu me importo, ele não vale nada”, disse Räikkönen, entrevistado pela publicação húngara ‘Vezess’. “Eu disse para eles quando conversamos pela primeira vez com a Alfa Romeo que se começarem a reclamar de qualquer coisa, se ficarem choramingando, eu vou embora daqui. Há muitas coisas perigosas na vida. É claro que você sempre tenta ser cuidadoso, mas não vai adiantar ficar falando sobre um problema que já aconteceu”, explicou.
Kimi Räikkönen não abre mão do lazer no tempo livre (Foto: Alfa Romeo)
Por mais que Räikkönen goste de se aventurar no tempo livre, ainda é difícil matar a saudade de uma paixão antiga. O finlandês sente falta de andar de rali, atividade principal da carreira nas temporadas 2010 e 2011.
 
“Acho que a gente conseguiria organizar um teste muito facilmente, mas tudo depende das datas. Eu estou sentindo falta de um rali e se eu me aposentar da F1, certamente vou querer voltar. Só que nesse momento não tem como encaixar por conta da minha família e da F1”, encerrou.
 
Räikkönen vive bom momento com a Alfa Romeo na F1. O finlandês se mostra competitivo no pelotão intermediário, terminando o GP da Hungria em sétimo.
 
Kimi agora parte para quase um mês de folga, tempo suficiente para recarregar baterias e fazer o que bem entender. A próxima corrida é o GP da Bélgica, em 1º de setembro. 

 BRIEFING | GP da Hungria de F1 

Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.