Räikkönen descarta preocupação com problemas da pré-temporada e diz: “Devemos ter início razoável”

Kimi Räikkönen afirmou que não está preocupado com os problemas apresentados pelo E21 ao longo da pré-temporada. Campeão de 2007 disse que carro novo é melhor que o modelo anterior e espera um início de temporada razoável

 

Apesar dos problemas enfrentados pela Lotus na pré-temporada, Kimi Räikkönen acredita que não tem motivos para se preocupar com a confiabilidade do E21. Às vésperas do GP da Austrália, prova que abre o Mundial 2013, o finlandês fez um balanço da fase de testes e garantiu que não espera ter novos problemas com o carro. 
 
“Tivemos alguns problemas nos testes, mas ainda assim completamos muitas voltas. É claro, você sempre quer mais voltas, mas é assim que é”, resumiu. “Nós todos vamos correr e aí nós realmente vamos ver onde estamos”, ponderou. 
Kimi afirmou que E21 é uma boa base para este início de temporada (Foto: Lotus/ Andrew Ferraro/ LAT Photographic)
“Não estou realmente preocupado com a confiabilidade ou nada assim, já que foi o mesmo problema que nos causou os maiores transtornos nos testes e resolvemos isso agora”, explicou. “É claro que você nunca pode estar 100% certo, mas se você olhar para a temporada passada, nós tivemos problemas antes do início do ano e aí fomos muito bem quando chegaram as corridas. É claro que esperamos ter uma performance melhor do que no ano passado, mas vamos ver o que acontece”, continuou. 
 
Questionado se sentia com melhores chances de lutar pelo título, Kimi considerou que tem um carro melhor e acredita que um bom início de ano aumentará suas chances na disputa. 
 
“Espero que sim, mas é muito difícil dizer isso pelos testes”, apontou. “20 kg de combustível pode fazer uma grande diferença no tempo de volta e não sabemos quanto combustível as pessoas estavam carregando na Espanha. Vamos ver o que acontece em Melbourne. Esperamos que possamos ser rápidos nas primeiras corridas e ter um bom início de ano.”
 
Ainda, Räikkönen defendeu que o E21 é um passo à frente em relação ao carro do ano passado e afirmou que, até aqui, não encontrou nada que possa rotular como pior do que na versão anterior. 
 
“Acho que você sempre quer mais, mas o carro deste ano é um bom ponto de partida e nós vamos ver. Espero que sejamos rápidos o suficiente”, comentou. “Não sinto que tem alguma área onde ele é pior que o carro do ano passado. Até aqui, tudo é melhor. Nós tivemos uma boa velocidade, mas não o suficiente para vencer o campeonato. Isso significa que precisamos de mais velocidade este ano. Se conseguimos tirar só um pouco mais do carro e manter a nossa consistência, com alguns resultados melhores no início do ano, então devemos ter uma chance muito melhor”, avaliou. 
 
Por fim, o campeão de 2007 traçou sua meta para a prova em Albert Park. “Gostaria de começar a temporada forte e tomara que a primeira corrida seja melhor do que no ano passado. Não sabemos exatamente o que esperar, então vamos tentar fazer o melhor que pudermos. Devemos ter um início de temporada razoável”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube