Räikkönen discorda de sustentabilidade na F1: “Não é o melhor lugar para isso”

No embalo das declarações recentes de Lewis Hamilton, Kimi Räikkönen se posicionou em relação ao estilo de vida sustentável na F1. Na visão do veterano finlandês, a categoria não é o melhor lugar para promover este tipo de propaganda

A postura sustentável de Lewis Hamilton vem dando o que falar entre os pilotos da Fórmula 1. Kimi Räikkönen, campeão mundial em 2007, também comentou sobre o assunto, confiando que a categoria não é o melhor lugar do mundo para a propaganda de sustentabilidade.
 
Em entrevista ao site inglês ‘Race Fans’, Räikkönen indicou que também pensa visando uma vida sustentável, mas que se a Fórmula 1 se preocupa em se tornar mais verde, os pilotos devem esquecer as corridas e ficar em casa.
 
"Obviamente envolve todos no planeta. No fim, tentamos fazer o máximo que podemos. Mas sinceramente, nós provavelmente não estamos no melhor lugar para começar a fazer isso, já que no final, estamos queimando combustível por qual motivo? Ser primeiro? Segundo?”, declarou o finlandês.
Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)
"É claro que tentamos fazer a nossa parte sempre que é possível, mas eu penso que a F1 provavelmente não é o melhor lugar para falar o que devemos fazer. Se formos neste caminho, deveríamos ficar em casa e esquecer as corridas", completou.
 
Recentemente, Fernando Alonso e Romain Grosjean fizeram críticas ao estilo de vida do inglês. Alonso afirmou uma hipocrisia de Hamilton por propagar uma vida sustentável enquanto faz exatamente o contrário no dia seguinte, enquanto Grosjean disse que uma dieta vegana não é saudável para um piloto.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube