Räikkönen diz que “série de pequenas coisas” ajudou a diminuir diferença para Vettel na Ferrari em 2016

Kimi Räikkönen, já de contrato renovado para 2017, vem tendo um desempenho bastante regular nesta temporada, ficando sempre ali, perto de Sebastian Vettel, ou às vezes até superando o badalado alemão. O ‘Homem de Gelo’ disse que a SF16-H vem sendo um fator importante em meio a um “monte de pequenos detalhes”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Kimi Räikkönen não está necessariamente feliz como um todo por seu desempenho na temporada 2016 porque ainda não subiu no topo do pódio, mas o ‘Homem de Gelo’ ao menos está mais satisfeito em relação à sua performance no ano passado. Em 2015, o veterano finlandês somou 150 pontos, mas foi surrado por Sebastian Vettel, que fechou o campeonato com 128 à sua frente. Mas a história vem sendo bem diferente no Mundial deste ano. Em algumas situações, Kimi ficou até mesmo à frente de Vettel e agora, após 14 corridas, o piloto tem 136 pontos, contra 143 do tetracampeão.
 
Em entrevista concedida a jornalistas durante o fim de semana do GP da Itália, em Monza, Räikkönen disse que o bom desempenho da SF16-H tem sido importante em meio a “um monte de pequenos detalhes”.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Kimi Räikkönen tem feito uma boa temporada 2016 (Foto: Beto Issa)
“É uma série de pequenas coisas. O carro tem sido bom para fazer bons tempos de volta, eu trabalho com um grande grupo de pessoas”, disse o piloto. “Acho que nós aprendemos muito com as coisas difíceis que passamos nos últimos anos, e neste ano tem sido um pouco mais como deveria ser”, comentou.
 
O bom desempenho de Räikkönen na comparação com a temporada passada, contudo, ainda não é o suficiente. A queda de rendimento de Sebastian Vettel, que diferente de 2015, ainda não venceu neste ano, e a ascensão da Red Bull, colocam atualmente a escuderia de Maranello apenas em terceiro no Mundial de Construtores.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Por isso, Räikkönen deixou claro que, embora sua performance tenha evoluído, há mais para trabalhar e melhorar. “A pilotagem tem sido muito boa, mas ainda sinto que nós podemos melhorar ainda mais nos detalhes.”

 
“Há muitos detalhes para trabalhar para estar mais confortável e saber o que o carro vai fazer, então nós podemos buscar mais, mas não há exatamente uma coisa que você possa dizer que você vai mudar e que isso vai mudar as coisas para você: é um monte de pequenos detalhes”, finalizou o piloto que, em outubro, vai completar 37 anos. 
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube