Räikkönen fala em dificuldades com pneus no início do GP da Austrália e mostra decepção com quarto lugar

Enquanto Sebastian Vettel teve motivos de sobra para comemorar após vencer a primeira corrida da temporada, Kimi Räikkönen foi uma grande decepção. Em momento algum o ‘Homem de Gelo’ conseguiu lutar pelas primeiras posições. O veterano disse que teve dificuldades com os pneus ultramcios na primeira parte do GP da Austrália, mas o ritmo da SF70H melhorou após o pit-stop

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A festa da Ferrari neste domingo (26) em Melbourne só não foi maior porque Kimi Räikkönen esteve muito abaixo do nível do vencedor do GP da Austrália, Sebastian Vettel, e terminou a prova no circuito Albert Park apenas em quarto, sem qualquer chance de lutar pelo pódio. O campeão de 2007 não escondeu a frustração pelo resultado e apontou o rendimento dos pneus ultramacios na primeira parte da corrida como decisivo para seu resultado final.

 
“Nós entendemos o que fazer no carro após a classificação, mas já era tarde demais. Lutei com meu primeiro jogo de pneus, mas depois coloquei pneus macios e foi muito melhor”, comentou Räikkönen, que cruzou a linha de chegada 22s3 atrás de Vettel. 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Kimi Räikkönen não conseguiu se encontrar neste domingo em Melbourne (Foto: Ferrari)
Enquanto Sebastian conseguiu acompanhar de perto o ritmo de Lewis Hamilton, a ponto de conseguir fazer a ultrapassagem na estratégia de pit-stop, Räikkönen sequer se aproximou de Valtteri Bottas, o terceiro colocado, e ainda foi pressionado nas voltas finais pela Red Bull de Max Verstappen.
 
Kimi disse que sua SF70H melhorou no segundo stint, mas não foi o bastante para poder almejar um resultado melhor. “O comportamento dos pneus macios no carro estava muito perto daquilo que eu queria. Infelizmente, naquela fase, já estava longe demais”, lamentou.
 
“Agora sabemos o que precisamos fazer para ter um carro mais competitivo e adequado ao meu estilo de pilotagem. Este quarto lugar é decepcionante, obviamente, mas não estou preocupado porque nós encontramos o que precisávamos”, acrescentou Räikkönen, bem ao seu estilo.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

No fim das contas, o ‘Homem de Gelo’ viveu sentimentos mistos neste domingo. A satisfação por ver sua equipe de volta ao topo do pódio desde o GP de Singapura de 2015, mas a insatisfação pelo resultado em Melbourne. Que, ainda assim, foi melhor em relação às últimas temporadas.

 
“A vitória é muito importante para a equipe, mas se meu resultado é decepcionante, ao menos consegui terminar a corrida e marcar pontos. Nos últimos anos não tinha conseguido fazer isso”, concluiu Räikkönen.
 

PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube