Räikkönen surpreende e levanta tifosi em Monza com pole-position da Ferrari no GP da Itália

Kimi Räikkönen foi quem se deu bem neste sábado (1). De forma surpreendente, o finlandês veio fortíssimo nos momentos derradeiros para cravar a pole-position do GP da Itália, levantando a torcida em Monza. Sebastian Vettel completa a primeira fila, com Lewis Hamilton em terceiro

E Kimi Räikkönen arrancou aplausos dos fanáticos tifosi nas arquibancadas de Monza, neste sábado (1), ao bater Lewis Hamilton e Sebastian Vettel na batalha pela pole-position na casa da Ferrari. O finlandês de 38 anos conseguiu uma volta espetacular nos instantes derradeiros da classificação para confirmar a primeira posição de honra da temporada, algo que não conquistava desde o GP de Mônaco do ano passado. É a primeira vez que a Ferrari faz 1-2 no grid de Monza desde 2000, quando Michael Schumacher e Rubens Barrichello alinharam na frente no histórico circuito da Lombardia. Ainda, é a primeira dobradinha da equipe desde o GP do Bahrein deste ano.

O campeão do mundo de 2007, que ainda espera por uma possível renovação com os italianos, acertou o giro em 1min19s119 para tirar os dois tetracampeões da fila que abre o pelotão. Vettel ainda salvou uma boa volta no fim, mas não o suficiente para bater o companheiro de garagem. Ainda assim, foi melhor que o rival Hamilton, que havia feito o melhor tempo na primeira rodada de voltas rápidas na fase decisiva da sessão desta tarde na Itália. Ao piloto da Mercedes coube o terceiro posto. Chama atenção a diferença entre os dois colocados: apenas 0s175. Entre os dois postulantes ao título, a distância é ainda mais apertada: só 0s014.

Valtteri Bottas, que em nenhum momento foi capaz de acompanhar o colega de equipe, ficou a 0s5 do compatriota e pole. O #77 sai do quarto lugar, logo à frente de Max Verstappen, que vai ter Romain Grosjean a seu lado. Carlos Sainz, Esteban Ocon, Pierre Gasly e Lance Stroll fecham os dez primeiros.
 
A largada do GP da Itália, o 14ª da temporada 2018, acontece neste domingo, a partir das 10h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
Kimi Räikkönen (Foto: AFP)

Confira como foi a classificação do GP da Itália de F1

 
Quando a luz verde surgiu no fim do pit-lane do histórico circuito de Monza para a abertura da primeira fase da classificação, o asfalto estava seco, apesar de uma garoa que atingiu a pista pouco antes do início da definição do grid. A expectativa de precipitação girava em torno de 60%, enquanto a temperatura ambiente estava em 19ºC. Por isso, o Q1 se encheu rapidamente, e quem inaugurou a tabela foi Brendon Hartley, com 1min23s684. Mas o tempo do neozelandês da Toro Rosso foi logo superado pelos carros da Ferrari. Kimi Räikkönen se colocou à frente de Sebastian Vettel, com 1min20s937. Todo mundo andando já de supermacios. 
 
Lance Stroll, Fernando Alonso, Sergey Sirotkin, Stoffel Vandoorne, Marcus Ericsson e Hartley completavam a lista dos primeiros tempos cronometrados. A Mercedes, na verdade, demorou um pouco mais para mandar Lewis Hamilton e Valtteri Bottas à pista. Mas quando colocou seus homens para trabalhar, o inglês surgiu em terceiro, atrás dos vermelhos. Isso porque Vettel veio em uma segunda tentativa de giro rápido e se impôs com 1min20s758 – mais de meio segundo de diferença para a marca do rival britânico. Bottas era quarto.
 
Aí Max Verstappen apareceu em quinto, logo à frente de Esteban Ocon, Carlos Sainz, Sergio Pérez, Lance Stroll e Sergey Sirotkin. Já a zona de degola tinha os seguintes nomes: Nico Hülkenberg, Marcus Ericsson, Pierre Gasly, Hartley e Daniel Ricciardo. Lembrando que Hulk e Ricciardo lidavam ainda com punições por troca de motor. 
 
Lá na frente, Vettel e Hamilton seguiam na pista tentando melhorar suas marcas. O ferrarista virou 1min20s542 – na sexta volta do composto supermacio. Enquanto o #44 também foi capaz de cortar parte da vantagem do rival ao anotar 1min20s810. A baixa temperatura da pista e a própria natureza do asfalto italiano permitiam um stint mais consistente e com quase nenhum desgaste. Daí os tempos caírem com os compostos usados.
Sergio Pérez foi a surpresa negativa da primeira parte da classificação (Foto: Racing Point Force India)

Com os ponteiros seguros, a briga dos instantes finais ficou focada no fundo da tabela. E guardou algumas surpresas, como a eliminação de Sergio Pérez e Charles Leclerc. Hartley, Ericsson e Vandoorne também completaram os que ficaram já no Q1. Quer dizer que os classificados foram: Vettel, Räikkönen, Ricciardo, Bottas, Verstappen, Ocon, Sainz, Magnussen, Hülkenberg, Sirotkin, Gasly, Stroll, Alonso e Grosjean.

WILLIAMS VAI AO Q3

A segunda fase da classificação começou com o tempo de 1min19s798 de Hamilton. Calçado com pneus supermacios novos, o inglês da Mercedes fez uma volta limpa. Mas, ainda assim, não conseguiu permanecer na ponta muito tempo, já que Vettel veio na mesma balada para virar 1min19s785 – apenas 0s013 mais veloz que o #44. A performance dos dois tetracampeões foi incrivelmente próxima, com tempos muito parecidos até mesmo nas parciais que dividem a pista.
 
0s447 atrás surgiu Räikkönen, em terceiro. Bottas apareceu em 0s6 atrás, antes de ter quase batido no pit-lane, depois de escapar quando entrava nos boxes. O finlandês foi chamado para a pesagem muito tarde e acabou freando em cima de uma poça de água, o que o fez quase rodar. 
Valtteri Bottas (Foto: Reprodução/Sportv)
De novo, Verstappen se colocou em quinto, logo atrás dos carros de Ferrari e Mercedes. Ocon, Sainz, Grosjean, Magnussen e Gasly flertavam com a classificação para o Q3. Alonso, Hülkenberg, Ricciardo, Sirotkin e Stroll ainda lutava para escapar da degola. 
 
Daí, com pouco mais de dois minutos para o fim, o circuito italiano se encheu novamente. Até os favoritos se juntaram àqueles que brigavam para não cair na eliminação. E Vettel quis fortalecer a posição forte da Ferrari ao virar 1min19s629, abrindo 0s169 para Hamilton. Räikkönen, Verstappen, Bottas, Grosjean, Ocon, Stroll, Sainz e Gasly ainda acabaram passando para a fase final. Destaque aí para o canadense, que colocou a Williams no Q3 pela primeira vez na temporada. 
 
Magnussen, que chegou a ter uma disputa mais apertada com o espanhol da McLaren na hora de abrir a volta rápida, Sirotkin, Alonso, Hülkenberg e Ricciardo foram os eliminados.
Lance Stroll pôs a Williams no Q3 (Foto: AFP)

De novo, Hamilton abriu a tabela na frente na fase decisiva da classificação. O inglês conseguiu uma volta limpa e sem erros para virar 1min19s390, com um jogo novinho de supermacios. Räikkönen foi quem encostou no britânico, passando a pouco menos de 0s1. Vettel ficou 'só' em terceiro nesta primeira tentativa de giro veloz. Bottas, Verstappen, Sainz, Grosjean, Ocon e Gasly completavam os nove primeiros. 

Minutos depois, todo mundo voltou à pista para os giros derradeiros e foi aí que o cenário mudou. Hamilton não conseguiu imprimir o mesmo ritmo da volta anterior e perdeu muito no primeiro setor, enquanto Vettel veio voando, mas também não escapou de um pequeno erro na parte final. Com isso, além de uma precisão nórdica, Räikkönen melhorou em todas as parciais para cravar a pole-position. A 18ª de sua longa carreira na F1. E, de quebra, ainda estabeleceu um novo recorde para Monza.

F1 2018, GP da Itália, Monza, grid de largada:

1 K RÄIKKÖNEN Ferrari   1:19.119   21
2 S VETTEL Ferrari   1:19.280 +0.161 20
3 L HAMILTON Mercedes   1:19.294 +0.175 20
4 V BOTTAS Mercedes   1:19.656 +0.537 18
5 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer   1:20.615 +1.496 15
6 R GROSJEAN Haas Ferrari   1:20.936 +1.817 21
7 C SAINZ JR Renault   1:21.041 +1.922 17
8 E OCON Force India Mercedes   1:21.099 +1.980 17
9 P GASLY Toro Rosso Honda   1:21.350 +2.231 24
10 L STROLL Williams Mercedes   1:21.627 +2.508 14
11 K MAGNUSSEN Haas Ferrari   1:21.669 +2.550 12
12 S SIROTKIN Williams Mercedes   1:21.732 +2.613 13
13 F ALONSO McLaren Renault   1:22.568 +3.449 14
14 S PÉREZ Force India Mercedes   1:21.888 +2.769 5
15 C LECLERC Sauber Ferrari   1:21.889 +2.770 10
16 B HARTLEY Toro Rosso Honda   1:21.934 +2.815 12
17 M ERICSSON Sauber Ferrari   1:22.048 +2.929 10
18 S VANDOORNE McLaren Renault   1:22.085 +2.966 9
19 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer P +20     3
20 N HÜLKENBERG Renault P +20     12
    Tempo 107%   1:24.657 +5.538  
             
REC K RÄIKKÖNEN Ferrari   1:19.119 01/09/2018  
MV R BARRICHELLO Ferrari   1:21.046 12/09/2004  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube