Räikkönen vê desempenho em Silverstone como exceção e aposta em reação da Ferrari na etapa da Hungria

Kimi Räikkönen avaliou que a atuação da Ferrari em Silverstone foi uma exceção e se mostrou confiante na recuperação da escuderia na etapa da Hungria. Felipe Massa, no entanto, acredita que a Williams está em condições de desafiar a esquadra vermelha

Oitavo colocado no GP da Inglaterra, Kimi Räikkönen acredita que a Ferrari vai conseguir reagir após uma atuação um pouco discreta em Silverstone. Apesar do pódio conquistado por Sebastian Vettel, a escuderia italiana teve uma atuação discreta na prova inglesa, passando boa parte do tempo na parte final do top-10.
 
Apesar do resultado, também consequência da aposta frustrada de parar mais cedo para colocar pneus intermediários, Räikkönen acredita que o desempenho em Silverstone foi uma exceção e não uma regra.
Räikkönen espera reação da Ferrari na Hungria (Foto: AP)
“Nós vimos em outros circuitos que depende bastante do layout e dos pneus com que rodamos”, disse Kimi. “Eu espero que seja uma história diferente na próxima corrida em circuitos diferentes”, continuou.
 
 “Silverstone não é ideal para nós — o layout, as condições e os pneus —, mas nós temos de melhorar e tentar melhorar para qualquer que seja o circuito”, ponderou. “Silverstone não foi o fim de semana ideal. Os outros estavam um pouco mais rápidos. Tenho certeza de que vai ser um pouco mais fácil lá [na Hungria], mas vamos ver”, completou.
 
Apesar da cofiança de Räikkönen, Felipe Massa acredita que a Williams agora tem perfeitas condições de combater a Ferrari. O brasileiro chegou a liderar o GP da Inglaterra por algumas voltas.
 
“Infelizmente, nós começamos a temporada um pouco atrás, mas talvez o domingo tenha sido uma corrida interessante para alcançar as Ferrari um pouquinho”, avaliou. “Nós temos um carro mais rápido na classificação e a corrida de Silverstone, o que não tinha acontecido nessa temporada. Isso mostra que estamos na luta”, opinou.
 
“Na Áustria, chegaram as atualizações para o caro, mas não estavam funcionando do jeito certo”, justificou. “Mas nós entendemos onde fazer funcionar em Silverstone e tudo que tentamos mudar da última para esta corrida funcionou e o carro foi mais rápido. Então acho que estamos mostrando mais uma vez que sabemos como desenvolver o carro da primeira a última corrida”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube