Räikkönen vê dia “bem positivo” perto de Hamilton e promete brigar por vitória: “Não tenho nada a perder”

Kimi Räikkönen se empolgou com o que a Ferrari fez na classificação em Austin e se vê firme na briga pela vitória na corrida deste domingo

Kimi Räikkönen teve uma boa performance na classificação deste sábado (20) no Circuito das Américas. Apenas 0s07 atrás de Lewis Hamilton, o finlandês vai partir do segundo lugar do grid do GP dos EUA por conta da punição de três posições que o companheiro Sebastian Vettel tomou.
 
O finlandês destacou a proximidade para o pole Hamilton e lembrou que a prova é longa, defendendo que a Ferrari pode, sim, brigar pelo triunfo.
 
"Foi um dia bem positivo, nós passamos muito perto. Eu me senti bem no carro, acho que podemos brigar amanhã. A corrida é bem longa, mas vamos tentar fazer uma grande largada e ficar no pelotão da frente sempre", disse.
Kimi Räikkönen completa a primeira fila no Texas (Foto: AFP)
Já no final de sua passagem pela Ferrari antes de voltar à Sauber, Kimi falou que vai sem medo para a prova e sem pensar em somar pontos.
 
"Ninguém sabe muito bem como vai ser a economia de pneus, mas eu não tenho nada a perder. Começo de ultramacios e vou para cima", completou.
 
Apesar de não ter mais chances de título, Räikkönen ainda pode se despedir da Ferrari em terceiro no Mundial de Pilotos. O finlandês tem 196 pontos, 11 a menos que o compatriota Valtteri Bottas, que sai em terceiro no grid do Texas.

GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP dos Estados Unidos de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.

E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube