Razia classifica dia de trabalho com Toro Rosso como bom e afirma ter gostado de trabalhar na equipe

Participando pela segunda vez do teste para novatos neste ano, o piloto brasileiro fechou o dia com o sexto melhor tempo entre os sete que foram para pista

Depois de testar com a Force India recentemente, em Magny-Cours, na França, o brasileiro Luiz Razia está participando do teste para novatos em Abu Dhabi, desta vez pela Toro Rosso. Vice-campeão da GP2, o piloto acabou o primeiro dia de atividades na sexta colocação.

Terceiro que mais andou, atrás apenas de Antonio Félix da Costa, que andou pela Red Bull, e de Robin Frijns, da Sauber, Razia colocou o dia como bom e afirmou ter gostado da primeira experiência com os italianos. “Gostei da minha primeira experiência de trabalho com a Toro Rosso. Foi em uma pista que conheço bem, porque pilotei aqui em 2010 e 2011”, disse.

Razia vive a expectativa de disputar a próxima temporada da F1 (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Na parte da manhã, a equipe quis trabalhar algumas coisas e, à tarde, focamos mais no carro. Achei os pneus relativamente simples e parecem muito com os que são fornecidos pela Pirelli na GP2. Com todos os botões no volante, levei algum tempo para me acostumar com tudo, mas logo peguei o jeito. No geral, foi um bom dia, o carro não teve problemas e fui capaz de completar muitas voltas”, continuou.

Razia testa ainda na quinta-feira, último dia de treinos em Abu Dhabi, e segue negociando para tentar entrar na categoria na próxima temporada. Force India e Caterham são as melhores possibilidades do brasileiro, que ficou atrás de Davide Valsecchi na GP2.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube