Red Bull acha Mercedes “difícil de entender” e isenta Latifi: “Acontece nas corridas”

Christian Horner se pronunciou sobre silêncio da Mercedes após título mundial de Max Verstappen e isentou Nicholas Latifi e Michael Masi de culpa por desfecho no GP de Abu Dhabi

VERSTAPPEN CAMPEÃO SOBRE HAMILTON: TUDO SOBRE A F1 2021 | Paddock GP #272

A Mercedes não se pronunciou desde a derrota no GP de Abu Dhabi para Max Verstappen e a Red Bull, que valeu o primeiro título mundial do holandês. A única mensagem da escuderia alemã após a disputa foi avisar que considera apelar das decisões que negaram os dois protestos da equipe após a definição do campeonato. Chefe da equipe austríaca, Christian Horner acha difícil saber o que os rivais pensam após a sofrida derrota em Yas Marina.

“É muito difícil para mim entender a posição deles”, pontuou Horner, ao ser questionado pelo portal RacingNews365 após a reação da Mercedes depois da corrida. “Pela nossa perspectiva, demos boas vindas ao Max [Verstappen] na equipe hoje como campeão mundial. Até onde eu sei, estamos ansiosos para vê-lo recebendo o troféu, espero que na tarde de amanhã, como campeão do mundo”, disse.

O safety-car que decidiu o título foi acionado por uma batida de Nicholas Latifi na curva 14, que deixou o carro do canadense em posição perigosa na pista. Assim, a Red Bull decidiu chamar Verstappen aos boxes e colocar pneus macios e novos no carro do holandês, enquanto a Mercedes optou por deixar Hamilton na pista. Os pilotos tiveram a relargada na última volta, e os compostos duros e velhos de Lewis não foram suficientes para segurar Max.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; F1; FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI;
A decepção de Hamilton contrasta com a festa de Verstappen no pódio em Abu Dhabi (Foto: Clive Rose/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Ele estava correndo sua própria corrida”, argumentou Horner sobre Latifi. “Ele teve um acidente. Acontece. Outro piloto que foi à pista na terça-feira para o dia de testes também teve um acidente, acho que exatamente na mesma curva”, comentou o britânico.

Por fim, Horner repetiu a opinião de que o diretor de provas da FIA, Michael Masi, tomou a decisão correta em acionar o safety-car e liberar apenas uma volta no final. Além disso, também gerou polêmica o fato de que só os retardatários entre Hamilton e Verstappen puderam tirar as voltas que levaram, enquanto os demais carros não o fizeram.

“Acidentes acontecem nas corridas. O safety-car tem sido o jeito correto de lidar com a remoção de um carro de um local perigoso, particularmente quando você tem fiscais no circuito”, disse. “O diretor de prova tomou a decisão certa. Não acionar o safety-car àquela altura os colocaria em uma posição inaceitável. Aconteceu, existiam voltas o suficiente para a corrida ser retomada, e foi o que ele fez”, encerrou.

“Isso está sendo manipulado”, reagiu Hamilton na volta final do GP de Abu Dhabi (Vídeo: Reprodução)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar