F1

Red Bull agradece altitude mexicana por “nivelar motores” e ajudar na vitória de Verstappen: “Foi nossa melhor corrida”

Para Christian Horner, chefe da Red Bull, o desempenho em retas da equipe foi o melhor de toda a temporada e a altitude da Cidade do México ajudou neste ponto, por nivelar força dos motores
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A vitória dominante de Max Verstappen no GP do México, no último domingo, deixou até mesmo os membros da Red Bull impressionados. Mas não só com o desempenho do holandês - também com a força do carro da equipe. E para Christan Horner, o chefe, isso tem um motivo claro: a altitude.

A Cidade do México fica a 2.500 m acima do nível do mar e, segundo Horner, a altitude ajudou a nivelar os motores das equipes, o que fez com que o carro da Red Bull conseguisse vantagem.

Em conversa com a 'Motorsport', Horner disse acreditar que o motor acaba, desta maneira, possuindo papel menor do que o usual numa corrida: "A altitude nivela os motores, como temos visto nas últimas temporadas aqui no México", explicando como os motores são afetados pela densidade do ar.

"Foi nossa corrida mais competitiva da temporada em retas. Ficamos muito próximos da pole-position e depois, com o motor de corrida sendo o mesmo da classificação, continuamos competitivos", seguiu.
Max Verstappen no pódio no México (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Essa opinião é mantida até ao pensar se Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, caso não tivessem se tocado logo no começo da corrida e caído para o fundo do grid, não poderiam passar Verstappen.

"Lembre que ele passou Hamilton e estava se aproximando de Sebastian. Acho que o ritmo mostra que estávamos em boa forma", disse Horner.

A decepção vem com o abandono de Daniel Ricciardo, com problema no motor: "Acho que ele poderia ter sido terceiro", opinou o chefe. "Ele estava bem e logo atrás de Kimi (Räikkönen), penso que ele encararia (Valtteri) Bottas. Foi uma pena não termos os dois carros no pódio", finalizou.
VIGIAR E PUNIR

COM GALID OSMAN, PADDOCK GP #101 QUESTIONA: VERSTAPPEN MERECEU PUNIÇÃO EM AUSTIN?