Red Bull anuncia Visser como primeira mulher no programa de jovens pilotos da escuderia

Beitske Visser, de apenas 18 anos de idade, fará parte do programa de jovens pilotos da Red Bull em 2013. A holandesa vai competir em um campeonato equivalente à F-Renault na Alemanha enquanto se prepara para os próximos passos da carreira

A F1 nunca esteve tão perto de voltar a ter uma mulher no grid. É que a Red Bull anunciou nesta quarta-feira (27) a contratação da holandesa Beitske Visser para o programa de jovens pilotos da escuderia. Com isso, a garota de 18 anos de idade se junta a António Félix da Costa, Tom Blomqvist, Carlos Sainz Jr., Daniil Kvyat e Callan O’Keeffe no programa.

Beitske vai competir em um certame menor da Alemanha, equivalente à F-Renault, enquanto se prepara para dar os próximos passos no esporte a motor. No ano passado, ela já havia defendido as cores da Lotus no mesmo campeonato, conquistando duas vitórias, mas perdendo duas etapas devido a lesões.

Beitske é a primeira pilota no programa da Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

Ainda assim, conseguiu terminar o ano na oitava colocação na classificação geral. O bom desempenho fez com que a Lotus considerasse avança-la à F3 Alemã. O acordo até já estava fechado, mas a Red Bull acabou entrando na jogada e optando por frear o desenvolvimento da pilota. Além dela, O’Keeffe será o outro representante rubro-taurino no campeonato germânico.

Curiosamente, ela não será a única mulher nas pistas. A também holandesa Stephane Kox e a alemã Tina Arbinger já haviam sido confirmadas no certame.

Beitske Visser é a nova pilota da Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube