F1

Red Bull culpa falta de aderência dos pneus macios por desempenho fraco nos treinos no Bahrein

Após ficarem atrás de duplas de Ferrari e Mercedes, Max Verstappen e Pierre Gasly culparam a falta de aderência nos pneus macios pelo fraco desempenho nos treinos livres. Apesar do problema, os pilotos estão esperançosos com o rendimento do carro

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Após surpreender com um pódio em Melbourne, a Red Bull não conseguiu repetir o mesmo desempenho nos treinos livres para o GP do Bahrein, que ocorreram nesta sexta-feira (29). Max Verstappen terminou as duas sessões atrás das duplas de Ferrari e Mercedes, enquanto Pierre Gasly chegou a ficar fora do top-10 na segunda atividade do dia. E de acordo com os pilotos do time austríaco, o problema está nos pneus, mais precisamente com os níveis de aderência.

Quinto no treino da manhã e sexto no treino da tarde, Verstappen acredita que o RB15 não conseguiu a aderência necessária com os pneus macios, já que o carro respondeu bem com os compostos médios. O time vai trabalhar em cima disso para a classificação, garantiu o holandês.

"Foi OK, mas temos muito trabalho a fazer. Ainda não estou feliz com o jeito que o carro se comporta na pista. Veremos os dados hoje e no que podemos melhorar", disse Max. "No pneu médio, fomos bem competitivos. Deveríamos ser mais rápidos, mas na última curva, tive um problema e perdi alguns décimos. Mas com os pneus macios, sinto que não tínhamos aderência. Precisamos olhar isso", completou.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Gasly foi sexto no primeiro treino e apenas o 12º na parte da tarde. Apesar de mais um desempenho abaixo do esperado, o francês relevou as duas sessões e confirmou que a dificuldade de aderência com pneus macios.

"O primeiro treino livre foi bom, o segundo também, mas com os macios, tentamos algo que não deu certo. Ainda estamos fora do ritmo com os pneus macios, mas trabalharemos de noite pra descobrir o que é", declarou Gasly.

O GP do Bahrein acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL. O TL3 começa às 9h (de Brasília) deste sábado.