Red Bull define batida Hamilton-Verstappen na Itália como “incidente de corrida”

Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, definiu a colisão de Lewis Hamilton e Max Verstappen como "incidente de corrida" e enfatizou a importância do halo

Lewis Hamilton e Max Verstappen batem: carro da Red Bull fica sobre o da Mercedes (Vídeo: F1)

Assim como foi em Silverstone, o acidente de Lewis Hamilton e Max Verstappen no GP da Itália está dividindo opiniões. Enquanto Toto Wolff, chefe da Mercedes, cutucou o holandês e apontou para o que seria, no futebol, uma ‘falta tática’ na tomada de decisão que resultou na colisão, Christian Horner, comandante da Red Bull, entende que tudo não passou de um incidente de corrida. O dono do carro #33, no entanto, foi punido em três posições no grid de largada do GP da Rússia, próxima etapa da Fórmula 1, que acontece em duas semanas.

“Diria que foi um incidente de corrida. Mas acho que poderíamos dizer que Max poderia ter dado mais espaço à esquerda, ou argumentar que Lewis deveria ter dado a ele mais espaço, na verdade. É muito difícil atribuir a culpa mais a um lado do que ao outro naquele incidente”, salientou o dirigente britânico em entrevista à emissora Sky Sports.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; ACIDENTE; HALO; GP DA ITÁLIA; MONZA; F1; FÓRMULA 1;
Imagem aproximada mostra como halo salvou vida de Lewis Hamilton em acidente com Max Verstappen (Foto: AFP)

“Max teve o ímpeto. Ele tinha espaço suficiente do lado de fora, acredito que Lewis deu [espaço] o suficiente para a curva 1 e acho que, na nossa opinião, Lewis talvez o tenha fechado demais na curva 2”, apontou.

Horner não deixou passar a chance de cutucar o chefe da grande rival da Red Bull ao longo da temporada. “Estou decepcionado que Toto [Wolff] disse que foi uma ‘falta profissional’, mas acho que é um incidente de corrida e felizmente ninguém se feriu hoje”, acrescentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Assim como Wolff, Horner também enfatizou a importância do halo como fator fundamental para salvar a vida de Hamilton. O toque jogou o carro da Red Bull para cima e fez com que o bólido parasse em cima da Mercedes de Lewis. E foi assim que os dois carros pararam. O halo evitou algo muito pior, com todo o peso do bólido de Max em cima da cabeça do heptacampeão. O impacto, no entanto, foi suportado pela peça.

“É muito frustrante sair da corrida. A coisa mais importante hoje é que o halo fez o seu trabalho, porque é um acidente estranho com o carro caindo em cima de Lewis. Felizmente ninguém se feriu”, concluiu o chefe da Red Bull, que está 18 pontos atrás da Mercedes no Mundial de Construtores.

TUDO SOBRE O INCRÍVEL GP DA ITÁLIA DE FÓRMULA 1, OS MELHORES E OS PIORES EM MONZA | BRIEFING

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar