Red Bull desafiar Mercedes? Verstappen crê que só “no final de 2020 ou em 2021”

Max Verstappen comentou sobre os passos necessários para a Red Bull conseguir ameaçar a hegemonia da Mercedes. Holandês busca terceiro pódio consecutivo no GP da Inglaterra

O início da temporada 2020 da Red Bull foi longe do ideal. Antes apontada como principal candidata a quebrar o reinado da Mercedes, a equipe se viu com problemas aerodinâmicos e sem ameaçar a esquadra rival, que venceu as três primeiras corridas do ano com facilidade.

Max Verstappen já registrou dois pódios em 2020, mas está 30 pontos atrás do líder Lewis Hamilton. Na coletiva de imprensa antes do GP da Inglaterra, o holandês admitiu que a Red Bull vai precisar de muito trabalho para sonhar com vitórias novamente.

“Minha intenção é entrar no fim de semana onde sempre tento dar o melhor que posso. É claro que gostaria de chegar aqui sabendo que lutaria por vitórias em todas as corridas, mas no momento, não é o caso. Começamos a aprender e evoluir. Esperamos que, no fim de 2020 ou começo de 2021, possamos estar nesta posição novamente. Óbvio que não será fácil, a Mercedes trabalha muito também”, declarou o piloto, que venceu pela última vez no GP do Brasil de 2019.

Max Verstappen e Alex Albon falaram com a imprensa antes do GP da Inglaterra (Foto: AFP)

“Se pudermos dificultar para eles, seria muito legal, mas não vou sentar aqui frustrado e bravo. Isso não significa que eu não me decepcione ou coisa assim, mas isso é porque quero vencer, quero melhorar e acho que todos nós pensamos assim. Todos nós queremos vencer, por isso é importante nos esforçar”, completou.

Verstappen também abordou as primeiras mudanças no RB16. O piloto reconhece que a melhora no carro não vai vir de um dia para o outro.

“Ainda estamos aprendendo, trazendo novas partes novas do carro, peças diferentes para ver o que funciona ou não e onde podemos melhorar. O problema não vai se resolver de uma semana para outra, precisamos de mais tempo, mas estamos trabalhando, descobrindo pelos testes nas pistas para ver se estamos na direção certa”, concluiu.

O GRANDE PRÊMIO transmite AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP da Inglaterra, quarta etapa da temporada 2020 da Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube