F1

Red Bull diz que “seria impossível” responder ao pit de Hamilton com Verstappen

A Red Bull sabia que seria loucura chamar Max Verstappen para o pit-stop uma volta após Lewis Hamilton na Hungria. O chefe Christian Horner avalia que a corrida seria perdida desse jeito e que a única aposta era no ritmo do holandês

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
Quando a Mercedes chamou Lewis Hamilton para um segundo pit-stop no GP da Hungria deste domingo (4), a Red Bull ficou de mãos atadas. Christian Horner, chefe da escuderia, disse que não seria sensato responder com um pit extra do líder Max Verstappen e que o jeito era torcer para o ritmo com pneus velhos ser bom o suficiente – não foi.
 
“Acho que a Mercedes tinha um carro mais rápido hoje para poder nos seguir menos de 1s atrás”, disse Horner. “Parar o Max [Verstappen] na liderança não teria sido uma decisão sensata da nossa parte. Nossa única chance era tentar se segurar. Fazer um pit estando na liderança, na posição em que estávamos naquele momento da corrida, seria impossível. Isso funcionou bem para eles, então parabéns ao Lewis [Hamilton] e à Mercedes, mas foi um fim de semana daqueles para o Max”, destacou.
 
Horner avalia que, mesmo parando Verstappen imediatamente uma volta depois, Hamilton já teria conseguido tomar a liderança. Com pneus velhos, o holandês foi perdendo mais de 1s por volta ao longo do terço final de corrida, isso até ser ultrapassado na volta 67 de 70.
Max Verstappen acabou derrotado por Lewis Hamilton (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Só que não é hora de fazer terra arrasada na Red Bull. A equipe vê o fim de semana na Hungria como positivo e já projeta uma briga pelo vice-campeonato entre Verstappen e Valtteri Bottas, apenas oitavo no Hungaroring após uma troca emergencial da asa dianteira.
 
“Nós vamos lamber nossas feridas. Ele [Verstappen] cravou a pole nesse fim de semana, foi segundo, fez a volta mais rápida e diminuiu a distância para o Valtteri [Bottas] para uns sete pontos agora”, encerrou Horner.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.