F1

Red Bull e Haas se posicionam contra entrada de Q4 na classificação: “Vamos ter pneus suficientes?”

A Fórmula 1 discute a entrada de uma quarta parte no treino classificatório. Chefes de Red Bull e Haas já se posicionaram contra a mudança, alegando que a proposta não tem um sentido exato e que as equipes não terão pneus suficientes

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
A proposta da F1 para mudar o treino classificatório não agrada alguns chefes de equipe do grid. A maior das categorias pretende introduzir uma quarta parte na sessão, reduzindo o tempo das três primeiras na tentativa de dar mais imprevisibilidade ao grid.

A Fórmula 1 não conseguiu introduzir o novo sistema ainda, mas já trabalhar para uma alteração na temporada 2020 e 2021. Christian Horner, da Red Bull, mostrou cautela com a ideia, citando que as equipes podem sofrer com problemas nos pneus durante a última parte do treino. Fornecedora oficial da F1, a Pirelli já se mostrou contrária à mudança.

"Temos de olhar as simulações. Penso que precisamos entender ainda. O que você não quer acontecendo são carros fora da pista no Q4 por não terem pneus restantes. Terão pneus suficientes para ajudar a iniciativa?", questionou Horner em entrevista ao site norte-americano 'Motorsport.com'. "Temos de olhar os números. Sinto que estamos com poucos pneus para quatro sessões de classificação, mas vamos ver as simulações", completou.
Romain Grosjean (Foto: Haas)
O chefe da equipe austríaca também questionou se a ideia do Liberty Media em mudar o atual sistema de classificação, vigente desde 2006, realmente é uma mudança para melhorar o treino, e não algo feito apenas para inovar, sem nenhum fundamento proposto.
 
"Estamos dispostos a qualquer ideia, mas você precisa fazer tudo certinho para ter certeza de que não está mudando por mudar. Qual a proposta da mudança? E mudar para algo melhor", comentou.

Quem também tem receio da possível mudança é Guenther Steiner, chefe da Haas. O dirigente também questionou a necessidade da troca, já que o modelo adotado atualmente é bem aceito pelas equipes e pelos fãs.

"Dizem que não se mexe em time que está ganhando, e é um pouco parecido com isso. Tentaremos inventar algo que não vá fazer pior? Se não está quebrado, não arrume", declarou.
 

Horário da Fórmula 1 2019
Confira a programação do fim de semana do GP da China de F1

DIA DATA HORA
Quinta-feira 11/4 23h
Sexta-feira 12/4 3h
Sábado 13/4 1h
Sábado 13/4 4h
Domingo 14/4 3h10

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.