Red Bull prevê ano intenso e celebra “melhor preparo” desde último título na F1

Christian Horner ainda destacou o maior entrosamento com a fornecedora de motores Honda neste segundo ano de parceria

A Red Bull está contando os minutos para o início da temporada da Fórmula 1. Christian Horner, chefe da equipe, mostrou otimismo para 2020, afirmando que a equipe apresenta a melhor preparação desde 2013, ano do último título conquistado com Sebastian Vettel.

As duas primeiras etapas do calendário acontecem na Áustria, onde Max Verstappen venceu nos dois últimos anos. Enquanto isso, a Mercedes tem sofrido com a confiabilidade na pista austríaca – Lewis Hamilton, por exemplo, abandonou em 2018 e terminou em quinto no ano passado.

Na pré-temporada deste ano, o holandês tratou de anotar a segunda melhor marca em Barcelona. O #33 ficou atrás apenas de Valtteri Bottas, embora com 0s537 acima do finlandês.

“Vai ser um ano animador e intenso. Sinto que vamos começar a temporada com o melhor preparo que já estivemos desde 2013. Sem dúvida alguma, na era híbrida, foi nossa melhor pré-temporada”, disse Horner ao site Motorsport.

A Red Bull abre 2020 em casa (Foto: Clive Mason/Getty Images/Red Bull Content Pool)

“É nosso segundo ano do nosso relacionamento com a Honda. Estamos mais sincronizados, faz parte da equipe agora. Estamos animados, realmente ansiosos para começar a correr”, completou o britânico.

Na última semana, a Red Bull realizou um dia de filmagens com Alexander Albon, em Silverstone. Entre as equipes de ponta, foi a única a ter usado o carro de 2020 antes da abertura do campeonato, justamente pelo caráter restrito da atividade – a Mercedes usou o W09 e a Ferrari o SF71H, ambos de 2018, mas em testes sem limite de quilometragem.

“Para o time, foi extremamente útil para treinar os novos procedimentos com o uso de equipamentos de segurança. Foi bom fazer coisas básicas novamente – pit stops e coisas para tirar as teias de aranha”, falou o dirigente.

“Tomamos a decisão [de usar Albon] um tempo atrás, para não colocar Max em quarentena [caso viajasse da Holanda para a Inglaterra]. Andar apenas 50 km, o que seria algumas voltas a menos na Áustria, não valeria a pena. Então foi um exercício útil. Foi bom ver os carros correndo novamente e ver o time fazendo paradas de 2s”, encerrou.

Horner também falou sobre as expectativas para Albon em 2020. No segundo campeonato do tailandês, o dirigente afirmou que espera vê-lo como uma das surpresas da temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube