Red Bull prevê “mesmo nível da Mercedes” com melhor preparação em 7 anos

Helmut Marko, consultor da Red Bull, acredita que finalmente a equip vai estar no mesmo nível de competitividade em relação à Mercedes. O dirigente austríaco atribui a evolução taurina ao trabalho feito com a nova unidade motriz da Honda, mas alertou para o trabalho de excelência da rival: “Sabemos que eles não dormem”

A Fórmula 1 deu uma ‘palhinha’ do que vai ser a terceira temporada da aguardada série ‘Drive to Survive’, produzida pela plataforma Netflix. A estreia está marcada para 19 de março (Vídeo: F1/Netflix/Divulgação)

Desde o início da era híbrida de motores da Fórmula 1, em 2014, a Red Bull foi uma coadjuvante de luxo em meio ao domínio exercido pela Mercedes desde então. A equipe que dominou o Mundial e enfileirou oito títulos consecutivos (quatro do Mundial de Construtores e outros quatro do Mundial de Pilotos, com Sebastian Vettel) entre 2010 e 2013 faturou 41 vitórias neste período, mas nos últimos sete anos subiu ao topo do pódio 17 vezes. Já a Mercedes, entre 2014 e 2020, venceu nada menos que 102 GPs e conquistou os últimos sete títulos nos Construtores e do Mundial de Pilotos.

Em 2021, no entanto, os taurinos apostam em um cenário diferente e na possibilidade real de lutar contra a Mercedes pelo título. Além de ter reforçado a equipe com Sergio Pérez, um piloto que chega a Milton Keynes com a experiência de dez temporadas e uma vitória — revertendo a filosofia de contar com jovens pilotos oriundos do seu programa de desenvolvimento —, a Red Bull também vai contar com a última versão do motor Honda. A unidade motriz construída pela fábrica japonesa dá a Helmut Marko a esperança de ver seu time ser um concorrente direto na batalha pelo campeonato.

Até mesmo Toto Wolff, chefe da Mercedes, não descarta a Red Bull e reconheceu a força da adversária, classificando-a como perigosa nas pretensões de buscar o oitavo título mundial em 2021.

Helmut Marko acredita que a Red Bull chegou ao mesmo patamar de performance da Mercedes (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

“A preparação para esta temporada é a melhor que tivemos nos últimos sete anos. Nosso objetivo é o título mundial, e mesmo sendo outsiders, podemos chegar lá”, cravou o consultor da Red Bull em entrevista à emissora austríaca Servus TV.

“O motor totalmente novo é o resultado de um belo trabalho. A Honda encontrou mais performance em 2021 e eliminou as fraquezas”, explicou.

A confiança é tanta que Marko acredita que a Red Bull, com o salto de qualidade desenvolvido pela Honda, possa finalmente ter chegado ao patamar da Mercedes. Entretanto, experiente e sabedor da excelência da rival, o ex-piloto austríaco fez uma ressalva importante.

“Em suma, essa melhoria no motor deve garantir que estejamos no mesmo nível da Mercedes. No entanto, sabemos que eles não dormem, então espero que seu salto não seja tão grande, uma vez que seu motor já está no oitavo ano. Essa curva de desenvolvimento deve começar a se estabilizar em algum lugar”, disse.

O dirigente também revelou que os trabalhos com o novo motor não foram perfeitos e que houve percalços. “Estou confiante quanto ao motor Honda. Houve alguns problemas na preparação, mas isso foi em razão da falta de cuidado. Nada que indicasse sérios problemas mecânicos ou eletrônicos”.

Quando questionado se a Red Bull poderia barrar uma eventual saída de Max Verstappen, sua principal joia, para a Mercedes no ano que vem — sobretudo se Lewis Hamilton deixar a equipe de Brackley ao fim da temporada —, Marko deixou claro que confia que a Red Bull pode manter o holandês. Desde que cumpra as expectativas de entregar ao piloto um carro com o qual possa ser campeão.

“Não precisamos tomar nenhuma medida legal para impedir a Mercedes de atrair Verstappen para longe de nós. Só temos de dar a Max um carro com o qual ele possa vencer e lutar pelo título. Se conseguirmos fazer isso, nada vai nos impedir de trabalharmos juntos por muito tempo”, concluiu.

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube