Red Bull se frustra com velocidade de reta da Mercedes: “Não dá pra se defender”

Christian Horner entende que Max Verstappen, por óbvio, merece ser campeão da Fórmula 1 em 2021, mas revelou estar frustrado pela superioridade da Mercedes

A GRANDE FINAL DA F1, VERSTAPPEN x HAMILTON: QUEM SERÁ CAMPEÃO? | Paddock GP 271

Christian Horner caminha para a decisão do título da Fórmula 1 nesta temporada, nos próximos dias, em Abu Dhabi, ciente que o momento da Red Bull está muito abaixo ao da rival Mercedes em todos os aspectos. Enquanto a escuderia chefiada por Toto Wolff abriu 28 pontos na tabela do Mundial de Construtores e emendou três vitórias seguidas com Lewis Hamilton (GPs de São Paulo, Catar e Arábia Saudita), os taurinos resistem e têm Max Verstappen ainda líder — empatado com Hamilton, ambos com 369,5 pontos, mas na frente pelo critério de desempate pelo número de vitórias —, mas sabem que o momento é desfavorável. A grande frustração para Horner está na melhor performance do motor Mercedes neste momento capital do campeonato.

Em entrevista ao podcast F1 Nation, o dirigente britânico entende que, diante de tais condições, há muito pouco a fazer.

“A velocidade do motor que Hamilton tem… Ele foi 1s mais rápido, foi 1s mais rápido no setor 2 e no setor 3 [na Arábia Saudita]. Não dá para se defender disso. É a coisa mais frustrante para um piloto ter esse tipo de perda”, sentiu Horner.

LEIA TAMBÉM
+Opinião GP: Verstappen x Hamilton é decisão em clima de guerra com equipes no auge
+Como Verstappen conseguiu ser punido cinco vezes no GP da Arábia Saudita de F1

MAX VERSTAPPEN; RED BULL; F1; FÓRMULA 1;
Max Verstappen e a imagem da frustração em Jedá (Foto: Andrej Isakovic/Red Bull Content Pool/Getty Images)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A última vitória de Verstappen foi no GP do México, no começo de novembro. Daí em diante, foram três triunfos seguidos da Mercedes, sempre com Hamilton. O chefe da Red Bull sabe que o momento é muito difícil nesta fase decisiva da temporada. “Foi frustrante nessas últimas três ou quatro corridas. Vimos aquela performance dominante em reta sobre a qual não se pode fazer nada”, comentou.

Horner não perdeu a chance de exaltar seu piloto. Por óbvio, o chefe da Red Bull destacou o trabalho de Verstappen e o colocou como o grande merecedor de levar o título nesta temporada. “Max é um lutador. Se há um piloto que merece vencer este título é Max Verstappen”, disse.

“A Mercedes teve o melhor carro. Ele [Max] pilotou de forma excepcional. Veja o quão perto Valtteri [Bottas] esteve de Lewis neste ano”, sugeriu Horner.

“Max foi muito superior para mim, o piloto do ano, e ele é muito merecedor para ganhar o título. A forma como ele pilotou nesse ano, a forma como ele se conduziu, acho que foi excelente”, analisou.

Como exemplo para basear a análise, Horner disse que Verstappen tem tirado mais de um carro que, no momento, é inferior ao da Mercedes e citou a volta que o holandês fez na fase final da classificação e que lhe daria a pole-position na Arábia Saudita se não fosse pelo erro cometido na última curva no Q3.

“A melhor volta que já tivemos em um dos nossos carros até aquela curva”, apontou. “Não acho que as pessoas realmente se deem conta do que Max tem feito naquele carro. Ele merece todo o crédito”, finalizou.

O próximo fim de semana vai marcar o desfecho da temporada 2021 e vai definir o grande campeão deste incrível ano. O GP de Abu Dhabi acontece entre 10 e 12 de dezembro no circuito de Yas Marina. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Verstappen diminuiu a velocidade no meio da pista e foi atingido por Hamilton em Jedá (Vídeo: Reprodução/F1TV)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar