F1

Red Bull troca turbo e faz Ricciardo perder cinco posições no grid de largada do GP do Brasil

Em Interlagos, a Red Bull colocou o sexto turbo do ano no carro de Daniel Ricciardo, extrapolando o limite permitido pela FIA. Assim, o #3 vai sofrer punição no grid de largada do GP do Brasil
Warm Up, de São Paulo / JULIANA TESSER, de Interlagos
 Daniel Ricciardo (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Daniel Ricciardo não está mesmo em uma boa fase. Depois de registrar no México seu oitavo abandono no ano, o australiano chegou a Intergalos para o GP do Brasil na iminência de uma punição.
 
A Red Bull trocou o turbo do carro #3 e, assim, extrapolou o limite de seis unidades previsto pelo regulamento da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).
Daniel Ricciardo levou mais um tombo na tempoada 2018 (Foto: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool)
“O turbo usado por Daniel Ricciardo é o sexto novo turbo para a temporada 2018 e isso não está em conformidade com o Artigo 23.3a do Regulamento Esportivo F1 2018”, diz a nota da FIA. “A equipe Red Bull informou o delegado técnico sobre a mudança doo turbo em 6 de novembro de 2018, às 11h02”, completa.
 
Por conta da troca, Ricciardo vai peder cinco posições no grid de laragada do GP do Brasil neste domingo.
 
GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.