Renault até elogia Vettel, mas afirma interesse em “pilotos do futuro”

Cyril Abiteboul confia que Daniel Ricciardo está focado no projeto da Renault, mas caso a equipe fique sem o piloto australiano, a preferência do investimento é em promessas, apesar dos elogios ao tetracampeão Sebastian Vettel, que também está sem contrato para 2021

A F1 ainda não sabe quando começa em 2020, mas o mercado de pilotos para 2021 segue como assunto no período sem corridas. Um dos nomes mais gabaritados do grid, Daniel Ricciardo está em seu último ano de contrato com a Renault, e a renovação é indefinida.
 
Vencedor de sete corridas com a Red Bull, Ricciardo surpreendeu ao trocar o time taurino pela escuderia francesa para a temporada 2019. Os resultados não foram tão expressivos, com apenas a nona posição no Mundial de Pilotos, mas o chefe de equipe Cyril Abiteboul confia que o australiano está engajado no projeto.
 
"Eu acho que ele está apegado a escolha com a Renault, que foi muito criticada pela imprensa britânica, o que não entendo. A ideia é de construir um projeto humano, técnico e esportivo próximo ao seu coração. Ele é guiado pelas emoções e quer demonstrar fé na escolha, contanto que seja demonstrado que foi uma boa escolha", declarou Abiteboul ao site ‘Motorsport.com’.
Daniel Ricciardo (Foto: Renault)
Outro membro do grid com futuro indefinido é o tetracampeão Sebastian Vettel, da Ferrari. Abiteboul não fecha as portas para uma possível chegada do piloto alemão, mas admite que o foco agora é investir em promessas.
 
"Eu não quero dizer não porque ele é um grande piloto, um grande campeão. Já trabalhamos juntos na parte de motores, já vencemos. Eu aspiro a trabalhar os pilotos do futuro do que os do passado. É difícil resumir assim, não resuma como se isso fosse em cima do Sebastian", citou o chefe.
 
A Renault mantém uma academia de jovens pilotos desde 2016. O programa conta com promessas como Caio Collet, Guanyou Zhou e Oscar Piastri, mas o dinamarquês Christian Lundgaard, que correrá a F2 pela ART Grand Prix, foi citado como destaque.
 
"Mas ainda temos nossa academia de pilotos que podem subir em 2021 e 2022. Temos que manter isso em mente, porque criamos a academia com o objetivo de lançar um piloto em 2021. Estaremos em 2021, temos que levar isso em conta. Temos Christian Lundgaard, mas ele é uma opção entre várias, têm a temporada da F2 para fazer e temos a nossa com Daniel", concluiu.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar