Renault evita revelar detalhes e garante que falhas no motor serão resolvidas nesta quinta

A Renault evitou revelar detalhes sobre as falhas que prejudicaram os trabalhos de Red Bull e Toro Rosso nesta quarta-feira (29) em Jerez e garantiu que os problemas serão consertados durante a noite

A Renault se mostrou confiante de que vai conseguir resolver, durante a noite, as falhas apresentadas pelo sistema de armazenamento de energia de seu motor. O problema prejudicou o dia de testes da Red Bull e da Toro Rosso nesta quarta-feira (29) em Jerez de la Frontera. A Caterham escapou dos contratempos, segundo a montadora francesa, porque o pacote técnico é diferente das rivais.

Enquanto a Ferrari completou 138 voltas e a Mercedes 248 nos dois dias de treinos, a Renault conseguiu percorrer apenas 38 giros com suas equipes. "Nós sabemos o problema que temos, já identificamos e temos agora de corrigi-los", disse Remi Taffin, chefe de operações da fabricante francesa.

Sebastian Vettel deu apenas oito voltas em Jerez nesta quarta (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

"Não era possível consertar as falhas nesta manhã, por isso decidimos fazer o máximo para resolver tudo isso até amanhã, especialmente para que Red Bull e Toro Rosso sejam capazes de testar a partir das 9h. Estamos confiantes de que amanhã vamos treinar com os nossos três carros na pista", completou o engenheiro.

Taffin, entretanto, evitou falar sobre os detalhes que atrasaram os trabalhos das duas equipes. "Você precisa ter em mente que uma unidade de energia constitui uma série de componentes. E não é uma questão de alguns elementos do funcionamento. É claramente um problema de integração de todos os sistemas", acrescentou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube