Renault faz protesto na FIA sobre legalidade da ‘Mercedes rosa’ da Racing Point

A Renault pediu para ver a mão da Racing Point. O time francês foi à FIA para saber se a Mercedes rosa é legal ou não

Demorou duas corridas para que alguém quisesse colocar a Racing Point no banco dos réus com relação ao RP20, apelidado de ‘Mercedes rosa’ em virtude das semelhanças com o carro alemão de 2019. Após o GP da Estíria deste domingo (12), a Renault entrou com um protesto oficial na FIA contra os carros de Sergio Pérez e Lance Stroll.

A manifestação da Renault contesta a legalidade do carro da Racing Point, uma vez que o regulamento esportivo da Fórmula 1 afirma que as equipes precisam projetar os próprios carros.

Renault protesta contra os carros da Racing Point após o GP da Estíria
Renault protesta contra os carros da Racing Point após o GP da Estíria (Foto: Reprodução/FIA)

De acordo com a fábrica francesa, a rival com sede em Silverstone desrespeita a regra que afirma que todas as equipes precisam deter a propriedade individual das peças originais. Dentre tais peças, estão o chassi, a estrutura de impacto traseira, carroceria, asas e trabalho de CFD – Dinâmica de Fluidos Computacionais -, relacionado à aerodinâmica.

“Confirmamos que a Renault fez um pedido de esclarecimento junto aos comissários sobre a legalidade do RP20. Não temos mais comentários a fazer neste momento até que tenhamos uma decisão”, afirmou a equipe em comunicado.

Há alguns dias, a McLaren disse que se furtaria de protestar por considerar que não havia nada ilegal no carro rosado.

Renault protesta contra os carros da Racing Point após o GP da Estíria
Renault protesta contra os carros da Racing Point após o GP da Estíria (Foto: Reprodução/FIA)

A Racing Point terminou com os dois carros à frente da Renault no GP da Estíria, ainda que tenham largado atrás. Sergio Pérez, após a asa dianteira avariada em disputa com a Red Bull de Alexander Albon, foi o sexto, seguido por Lance Stroll. Só então terminou Daniel Ricciardo, que criticou a manobra do canadense nas voltas finais da corrida no Red Bull Ring.

O campeonato até agora conta com a Racing Point no quarto lugar do Mundial de Construtores, com 22 pontos, enquanto a Renault tem somente 8 tentos e o sexto posto.

A Fórmula 1 volta já na semana que vem, mas agora em nova pista: Hungaroring. É o GP da Hungria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube