Renault garante que vai estar pronta para GP da Austrália e diz que principais falhas foram solucionadas

A Renault acredita que estará pronta para o GP da Austrália. A confiança vem do progresso apresentado pela montadora nos testes da semana passada, no Bahrein. "A pior fase já passou", disse Rémi Taffin, chefe de operações da fabricante francesa


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A Renault acredita que vai estar pronta para o GP da Austrália, no dia 16 de março, quando a F1 inicia a temporada 2014. A crença vem da evolução técnica da fabricante francesa nos testes da semana passada, no Bahrein, de acordo com o chefe de operações da marca, Rémi Taffin.

A montadora, que fornece motor para quatro equipes do grid, incluindo a atual campeã Red Bull, enfrentou dias difíceis em Sakhir em que suas clientes pouco treinaram na comparação com as rivais.

Taffin, no entanto, crê que a Renault deu um grande salto entre a primeira bateria de atividades, em Jerez, e agora, mais recentemente, na pista árabe, e que o mesmo deve acontecer até a primeira corrida do campeonato. A F1 retoma os treinos coletivos nesta semana no Bahrein, a partir desta quinta-feira, dia 27.

A Red Bull pouco andou em Sakhir (Foto: Getty Images)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

"Ainda há espaço para melhora e esperamos ter aperfeiçoado todo o conjunto quando chegarmos a Melbourne", afirmou Taffin. "Eu acho que estaremos prontos para o GP da Austrália, mas claro ainda dependemos do tipo de performance que vamos ter até lá", completou o engenheiro.

"Nós temos um programa técnico antes disso e, se fizermos bem esse trabalho, então teremos uma chance maior lá. Se você olhar onde estávamos há três semanas e onde estamos agora… Se conseguirmos esse tipo de progresso, então vou ficar feliz quando chegar a Melbourne", acrescentou.

O francês ainda declarou que, apesar dos problemas enfrentados por Red Bull, Lotus, Toro Rosso e Caterham em Sakhir, na semana passada, a pior fase da Renault já passou. "Estamos muito longe dos problemas que tínhamos antes", falou.

"As principais falhas ficaram para trás e agora podemos trabalhar em um novo programa, além de testar novos itens. Estamos progredindo. Temos um grande apoio em nossa fábrica e das nossas equipes, e todos estão trabalhando juntos. Quando os problemas forem todos solucionados, e estamos perto disso, então poderemos seguir em frente", finalizou Taffin.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube