Renault ignora reclamação de equipes rivais e confirma contratação de ex-engenheiro da FIA Budkowski

Marcin Budkowski, engenheiro da FIA até duas semanas atrás, foi confirmado como diretor executivo da Renault. Por trabalhar na federação que rege a F1, Budkowski tinha acesso a informações sobre o desenvolvimento dos carros de equipes rivais

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O intervalo entre os dois treinos livres de sexta-feira (6) da F1 em Suzuka serviu para a Renault fazer um anúncio importante. A equipe confirmou a contratação Marcin Budkowski, que ocupava o cargo de engenheiro da FIA até duas semanas atrás, para o cargo de diretor executivo.
 
A decisão não cai no gosto das equipes rivais, que temem uma vantagem indevida da Renault por contratar um homem forte da Federação que controla a F1. Por trabalhar na FIA, Budkowski teve acesso a diversas informações sobre o desenvolvimento dos carros de 2018 – informações essas que agora ficam à disposição da equipe amarela.
A Renault se reforçou, mas não sem causa polêmica (Foto: Renault)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Renault tomou conhecimento das reclamações, mas não se importou muito.  Cyril Abiteboul, diretor-geral da escuderia, já defendeu que a manobra está dentro da legalidade. Hoje, Abiteboul fica feliz por ver um fortalecimento no lado técnico da escuderia.
 
“A missão de Marcin é dar sequência ao crescimento da fábrica de Enstone, permitindo que a Renault seja uma das equipes de ponta até 2020”, comentou. “Ele vai contar com pessoas que não precisam mais comprovar seus talentos, como Bob Bell, Nick Chester e Rob White. Sua chegada é uma notícia excelente e nova prova da nossa determinação neste projeto”, encerrou.
 
A Renault evoluiu em 2017, mas ainda tem muito caminho pela frente. A equipe francesa é a sétima no Mundial de Construtores e ainda não terminou um GP acima do sexto lugar.
 

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 no Japão AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube