Resposta da Áustria sobre abertura da F1 sai até fim de maio, revela Red Bull

Consultor da Red Bull, Helmut Marko acredita que a Fórmula 1 não vai ter problemas para se manter apesar do impacto financeiro da pandemia do novo coronavírus

O governo da Áustria deve responder até o fim do mês se a Fórmula 1 poderá iniciar a temporada 2020 no Red Bull Ring em julho. A expectativa é que o Red Bull seja o palco da abertura de um campeonato marcado pela pandemia do novo coronavírus.
 
Red Bull Ring planeja acolher duas etapas da F1 em 2020 (Foto: Michelin)
Paddockast #62
QUAL O LUGAR DE VETTEL NA HISTÓRIA DA F1?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

“A resposta, com possíveis ajustes, deve vir do governo até o fim de maio”, disse Helmut Marko, consultor da Red Bull, ao jornal ‘Osterreich’. 
 
De acordo com o dirigente rubro-taurino, o Red Bull Ring terá tempo o bastante para fazer os ajustes necessários para cumprir as exigências sanitárias.
 
Por conta da pandemia, a F1 ainda não conseguiu elaborar um novo calendário, mas trabalha com a ideia de fazer 19 etapas entre julho e dezembro. 
 
“Posso imaginar que teremos entre dez e 15 corridas, desde que as duas corridas de abertura sejam realizadas conforme o planejado na Áustria”, comentou. “Isso seria absolutamente o bastante para um campeonato mundial, mas vai exigir muita flexibilidade de todos os envolvidos”, reconheceu.
 
Apesar da expectativa diferente em comparação com o plano da F1, Marko avaliou que a situação está melhorando. Muitos países da Europa já estão implantando medidas de desconfinamento.
 
“A situação está gradualmente melhorando, nos aproximando do início da temporada”, considerou. “A segurança e a saúde são de máxima importância, mas eu acredito que é hora de voltar à vida normal, com esportes e espectadores”, defendeu. 
 
Por fim, o consultor se mostrou confiante de que, mesmo com as dificuldades econômicas decorrentes da pandemia, a F1 não terá maiores problemas para se manter.
 
“A Fórmula 1 vai sobreviver. As pessoas desejam os esportes, querem ser entretidas, precisam da emoção que uma corrida de F1 pode oferecer”, completou.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube