Ricciardo acredita que rivalidade por competição é normal e que não será amigo próximo de Vettel

Novato na Red Bull, Daniel Ricciardo sabe que relação com Sebastian Vettel não será de amizade, exatamente pela competição interna

Os problemas de Mark Webber e Sebatian Vettel oficialmente transcenderam a dupla. Recém-chegado ao time dos adultos rubro-taurinos, Daniel Ricciardo não se imagina confidente de Vettel num futuro próximo.
 
Existe um histórico, não apenas na F1, mas no automobilismo em geral, de que companheiros de equipe tenham problemas entre si. Na casa austríaca, Vettel e Webber tiveram relação conturbada por muito tempo, até o ponto de combustão final, quando o alemão não obedeceu as ordens da equipe e ultrapassou o companheiro para vencer o GP da Malásia de 2013. Dias depois, Webber anunciou que seria sua última temporada na F1.
 
Neste início de parceria, a relação entre Ricciardo e Vettel tem sido, ao menos aparentemente, cordial. O australiano não acredita que sua relação com o tetracampeão mundial vai deixar de ser boa e profissional, como aconteceu na época de seu compatriota.
 

Daniel Ricciardo não acredita que possa ser amigo de Vettel (Foto: Getty Images)

“Tem um monte de gente esperando pelo dia em que a gente tenha um incidente na pista e então troque socos. No momento, o que eu posso dizer é que não há problema algum. Eu o respeito como competidor”, afirmou Ricciardo.
 
“Naturalmente, pela competitividade que eu tenho e que ele tem, não seremos amigos próximos, porque ele não vai gostar da competição e eu não vou gostar de ter meu traseiro chutado. Mas não espero que [a relação] perca a direção. Vai ser competitiva e profissional”, completou.
 
Sua estreia na Red Bull acontece exatamente em seu país de origem, a Austrália, mas não exatamente perto de onde Ricciardo foi criado. De Perth, na costa oeste, à Melbourne, na costa leste, são cerca de 3.500km. Para se ter uma ideia, de Heppenheim, cidade natal de Vettel, na Alemanha, a Moscou, a distância é de aproximadamente 2.400km. Mas Daniel afirma que sua família estará presente no Albert Park, além do público local.
 
“Claro que muitos 'aussies' estarão presentes e será bastante apoio local. Amigos e família vêm de Perth, também. Posso vê-los domingo após a corrida. Tenho que ser esperto e não me deixar ser levado pelo público”, disse.
 
O GP da Austrália, etapa de abertura da temporada 2014 da F1, acontece no próximo domingo (16).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube