Ricciardo aponta Hamilton como favorito, crê em Ferrari mais forte e lamenta por Alonso: “Gostaria de vê-lo à frente”

A fase de Fernando Alonso é tão crítica que até seus pares no grid da F1 se compadecem. Daniel Ricciardo, um dos pilotos mais simpáticos do Mundial, não escondeu o apreço pelo bicampeão e lamentou a série de problemas da McLaren na pré-temporada, o que indica que Alonso não poderá lutar lá na frente em 2017

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Daniel Ricciardo fez uma análise do que viu nos testes de pré-temporada da F1 nas últimas semanas em Barcelona. Sem papas na língua, apontou Lewis Hamilton como grande favorito ao título em 2017, mas a evolução da Ferrari foi tão nítida a ponto de apontar a escuderia de Maranello como provável ameaça ao domínio da Mercedes. Quanto à Red Bull, o sorridente australiano entende que sua equipe está um pouco atrás em relação às rivais, mas confia na relação. Por outro lado, Ricciardo se compadece pela fase de Fernando Alonso, que entra em mais um ano sem perspectiva de lutar por vitórias em razão das deficiências da McLaren-Honda.

 
“Pobre, pobre. Gosto muito de Fernando como pessoa, o respeito como piloto e gostaria que ele voltasse a estar à frente, já que é incrível lutar contra ele. Neste momento, parece muito difícil que a McLaren possa estar entre as melhores equipes”, lamentou Ricciardo durante entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’.
 
Ao comentar sobre o nítido crescimento da Ferrari, Ricciardo expressou sua torcida para que a forma da nova SF70H seja a mesma quando a competição for mesmo pra valer, a partir do próximo dia 26 com o GP da Austrália. 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Hamilton foi apontado por Ricciardo como o grande favorito ao título em 2017 (Foto: Red Bull)
“A Ferrari foi bem desde o primeiro dia em Montmeló. Espero que eles confirmem isso em Melbourne porque seria bom que alguém pudesse lutar contra a Mercedes”, destacou o piloto da Red Bull, que entende que a rival melhorou em várias áreas. “Um pouco de tudo: velocidade, ritmo e confiabilidade. E eles também puderam tirar proveito dos pneus.
 
Ricciardo chegou a contar com Sebastian Vettel como seu companheiro de equipe em 2014 na Red Bull, quando o superou no Mundial daquele ano. Mas reconhece a capacidade do tetracampeão e crê que, se o alemão contar com um equipamento competitivo, vai poder lutar pelo título. “Também sei que Vettel, quando tem um bom carro, pode ser mais forte”, disse.
 
Entretanto, Daniel salientou que o favoritismo está com outro piloto. “Continua sendo Lewis Hamilton. Mas Vettel pode ser tão rápido como ele”.
Daniel Ricciardo confia na reação da Red Bull após uma pré-temporada sem brilho (Foto: Red Bull Content Pool)
Ao falar sobre o desempenho da Red Bull, que não empolgou na pré-temporada, Ricciardo pede tempo e acredita que a equipe de Milton Keynes vai reagir.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“O inverno não foi um desastre, de modo que estou convencido que podemos estar prontos na Austrália. Podemos conquistar um bom resultado. E, se não somos capazes de lutar contra Mercedes e Ferrari, vamos conseguir isso rapidamente. Desenvolver rapidamente é nossa melhor arma”, afirmou Ricciardo, confiante.

 
“Vamos chegar lá, só temos de encontrar um pouco de velocidade. Seria muito bom ter três equipes lutando pelo título”, emendou o australiano, que brincou ao falar sobre uma eventual disputa com seu companheiro de equipe, Max Verstappen, pela taça. “Seria melhor não lutar entre nós dois pelo título, do contrário… minha mãe! Vai ser interessante”, finalizou.

PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube