F1

Ricciardo define 4º lugar no grid como “uma pole” para a Renault e fica ansioso para largada no Canadá

Daniel Ricciardo fez acontecer com a Renault no Canadá, aparecendo em quarto e superando rivais de Red Bull e Mercedes. O australiano está empolgado com a largada, apesar de saber que um pódio é improvável

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim

 
Desde a chegada à Renault, a luta de Daniel Ricciardo passou a ser pela liderança no pelotão intermediário. Quando algo além disso vem, é motivo de festa: o australiano foi o quarto melhor na classificação deste sábado (8), superando a Red Bull de Pierre Gasly e a Mercedes de Valtteri Bottas no que foi uma atuação digna de pole-position.
 
“Nunca pensei que ficaria tão feliz com um quarto lugar numa classificação”, disse Ricciardo. “É como uma pole para nós. A alegria quando eu descobri que estávamos em quarto foi ótima. Muito divertido. Eu disse à equipe para curtir esse momento. Eu sempre gostei desse circuito e hoje nós parecemos estar bem rápidos. Ontem não foi ruim, mas hoje foi ainda melhor. Eu me diverti muito”, resumiu.
Daniel Ricciardo (Foto: Renault)
Na corrida, Ricciardo não tem tantas esperanças de pódio, sabendo que os pilotos de ponta que largam atrás – Gasly em quinto, Bottas em sexto e Verstappen em 11º – tem tudo para avançar na corrida. Mesmo assim, a largada com pneus macios contra rivais de médios empolga.
 
“Eu consigo ver [um pódio] mais pra frente, claro, mas veremos. Eu sei que os carros da frente largam com pneus médios, então a largada pode ser interessante. Mesmo assim, eles vão ser um pouco mais rápidos assim que o ritmo de corrida normalizar”, encerrou.
 
Além de Ricciardo em quarto, a Renault teve Nico Hülkenberg em sétimo. A equipe francesa busca um resultado forte para se recuperar no pelotão intermediário, hoje capitaneado pela McLaren, quarta no Mundial de Construtores. A pole-position no Canadá é de Sebastian Vettel.