Ricciardo despista sobre futuro e pede mais tempo. E ganha conselho de Hamilton: “A Red Bull é um lugar fantástico”

Daniel Ricciardo inicial em 2018 o seu último ano de contrato com a Red Bull. Questionado sobre o futuro, o australiano tentou despistar e pediu mais seis meses de tempo. No meio da conversa, Lewis Hamilton não hesitou em aconselhar o colega de grid

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Daniel Ricciardo entra em 2018 em seu último ano de contrato com a Red Bull, marca com a qual sempre esteve ligado por meio do programa de jovens pilotos dos energéticos. E o australiano, que neste fim de semana corre diante de sua torcida na abertura dos trabalhos da F1, não teve como evitar as perguntas sobre seu futuro, mas tentou despistar. 

 
A equipe austríaca já demonstrou interesse em renovar o vínculo com o #3 e já fala até em um prazo, mas Ricciardo também não esconde o desejo de se colocar em posição de escolher dar voos mais altos. A Mercedes, por exemplo, já deixou a entender que está de olho em Daniel.
Daniel Ricciardo ganhou conselhos de Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Ricciardo, no entanto, quer também esperar mais para tomar uma decisão e começar a falar publicamente sobre o assunto. "Já respondi muitas vezes sobre isso, de modo que vou deixar de lado por ora. Este ano a equipe vem se preparando muito bem. E espero que Lewis esteja certo e a gente possa brigar pelo título", disse o piloto durante a coletiva de imprensa, em Melbourne, nesta quinta-feira (22).
 
"Agora quero mais tempo e vamos ver o acontece. Me pergunte sobre daqui a seis meses", completou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Aproveitando a deixa, Hamilton também falou sobre a situação do colega e não hesitou em aconselhar o australiano. O inglês sugeriu a Ricciardo que seja cuidadoso com as declarações como forma de evitar qualquer desentendimento com a equipe.
 
"É importante rever a história dos pilotos, ver o que eles disseram no passado e tentar não se indispor com sua equipe. Há muita gente em nossas equipes e é importante manter todo o pessoal motivado. Nos últimos anos, alguns pilotos se equivocaram. A Red Bull ainda é um lugar fantástico e acho que vai ter uma chance de lutar pelo título neste ano", afirmou o tetracampeão.

GRANDE PRÊMIO acompanha toda a movimentação da abertura da F1, na Austrália, AO VIVO e em TEMPO REAL.

”RECOMEÇA A BRIGA”

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube