Ricciardo espera volta de diretor-técnico no GP da Bélgica para negociar renovação com Toro Rosso

Com contrato até o final da temporada, Daniel Ricciardo admite que Giorgio Ascanelli, que estava de férias nos dois últimos GPs da temporada, fez falta nas conversas sobre a renovação para o próximo ano

Fora dos GPs da Alemanha e da Hungria, as duas últimas provas antes das férias de verão, Giorgio Ascanelli, diretor-técnico da Toro Rosso, teve sua volta à Ferrari especulada nos últimos dias. E ficar de fora das provas finais da primeira parte da temporada apenas aumentaram os rumores que circulam na F1 nos últimos dias.

Chefe de equipe dos italianos, Franz Tost admitiu que o dirigente estava de férias e que existe uma clausula em seu contrato que o libera antes dos outros funcionários para as férias de verão. Sem o futuro do definido, o australiano Daniel Ricciardo admite que Ascanelli fez falta em alguns momentos mais agudos dos finais de semana seguidos de corridas na F1.

Ricciardo espera por Ascanelli para negociar renovação (Foto: Toro Rosso/Getty Images)

“Em Hockenheim, houve muita conversa e Giorgio estava ausente. Que trate seja lá do que for e volte após as férias”, afirmou. “Talvez ele tenha ido em boa hora, talvez ele tenha ido na hora errada. Será bom chegar em Spa [Francorchamps, casa do GP da Bélgica, que acontece em setembro] com tudo resolvido ou, de novo, pode acontecer algumas mudanças”, afirmou.

Falando de uma possível renovação, Ricciardo afirma que tem bastante tempo para negociar com a Toro Rosso e, claro, conta com Ascanelli. “Eu acho, pessoalmente, que tenho tempo suficiente para lidar com as coisas e, provavelmente, até mais tempo que Franz e os outros dirigentes”, completou.

O mais cotado para substituir Ascanelli na Toro Rosso, caso ele não fique, é James Key, ex-diretor da Sauber, que está sem emprego desde o início do ano, quando deixou a equipe comandada por Peter Sauber

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube