Ricciardo fala que safety-car foi crucial para estratégia, mas se diz contente por ter “capitalizado com pódio”

Daniel Ricciardo gostou do novo pódio na carreira em Cingapura, mas disse que poderia ter feito mais na corrida noturna deste domingo. Para o australiano, as duas intervenções do safety-car prejudicaram as estratégias da Red Bull

VIU ESSA? PIQUET SOFRE ACIDENTE E DÁ NOVE GIROS NO AR EM GOIÂNIA

determinarTipoPlayer(“15616600”, “2”, “0”);

Daniel Ricciardo se mostrou satisfeito com o segundo lugar conquistado neste domingo (20) em Cingapura, mesmo tendo a consciência de que poderia ter tido uma briga mais acirrada com Sebastian Vettel pela ponta da corrida. Na opinião do australiano da Red Bull, o ponto crucial da prova asiática foram as duas entradas do safety-car, que aconteceram no momento das paradas para troca de pneus.

Ainda assim, o piloto da equipe austríaca disse que foi importante “capitalizar”, ou seja, somar pontos essenciais e aproveitar bem as oportunidades, especialmente diante de um cenário em que a Mercedes não conseguiu imprimir o costumeiro domínio sobre as rivais.

Daniel Ricciardo foi o segundo colocado em Cingapura (Foto: AP)

“Não fosse pelo safety-car, eu chegaria bem perto, talvez desse para antecipar na estratégia. Mas as duas intervenções do carro de segurança saíram em momentos cruciais. De qualquer forma, o ritmo deles estava muito bom”, avaliou Ricciardo, ainda no pódio, em entrevista a Eddie Jordan, ex-dono de equipe na F1 e hoje comentarista da TV britânica BBC.

Daniel reconheceu ainda que freou o entusiasmo depois da boa classificação de sábado. “Viemos para cá confiantes. Sempre tomo cuidado para não ser confiante demais, mas o ritmo foi bom, acompanhamos o Seb. É bom capitalizar. Tivemos uma chance em Budapeste e fizemos de novo aqui”, completou o piloto, lembrando o pódio no GP da Hungria, em julho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube