Ricciardo já sugere nova aposta com chefe da McLaren. Só que com carros

Daniel Ricciardo quer uma aposta com o chefe Zak Brown, assim como teve com Cyril Abiteboul na Renault. Na equipe francesa, o mandatário se comprometeu com tatuagem após pódio

Uma das marcas da passagem de Daniel Ricciardo pela Renault foi a aposta com o chefe Cyril Abiteboul, que teria de fazer uma tatuagem assim que o australiano conseguisse um pódio. Veio a troca de equipe, com Ricciardo indo para a McLaren, mas aposta ainda é a brincadeira da vez: o piloto considera fazer uma envolvendo carros com Zak Brown.

A explicação de Ricciardo é que Brown, chefe da McLaren, tem medo de agulhas e não toparia uma tatuagem. O negócio é achar um equivalente para levar a aposta adiante.

“O Zak já falou que tem medo de agulhas, mas ele tem uma coleção legal de carros. Talvez a gente faça uma aposta com um carro”, disse Ricciardo no lançamento do novo carro da McLaren, o MCL35M.

Ricciardo está de olho em aposta com o novo chefe (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Muito por conta da pandemia, Abiteboul adiou a tatuagem, obrigatória após o terceiro lugar de Ricciardo em Nürburgring em 2019. O francês ainda não a fez e nem tem previsão para tal, de acordo com o próprio piloto. Cyril já não é nem mais o chefe da escuderia, deixando o cargo na transição da Renault para a Alpine.

O novo carro da McLaren foi lançado em um evento pomposo, envolvendo fãs e pilotos. Entretanto, o bólido em si não teve nada de muito surpreendente: a pintura de 2021 é virtualmente a mesma de 2020, ao mesmo tempo em que o desenho do carro em si ainda não traz mudanças na comparação com o que disputou o GP de Abu Dhabi poucos meses atrás.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube